26 set 2017

Concurso do Mapa para veterinários abre inscrições a partir de 2/10



AUTOR(ES)

Priscila Beck

Os médicos veterinários interessados em concorrer às 300 vagas de auditor fiscal federal agropecuário (AFFA), abertas por concurso do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), poderão fazer as inscrições a partir da próxima segunda-feira (2/10). O edital número 59, publicado hoje (26/9), determina a abertura das inscrições a partir das 10h do dia 2/10 e o encerramento às 23h59 do dia 16/10.

O salário inicial dos auditores fiscais será de R$ 14.584,71 e a jornada de trabalho, de 40 horas semanais. A organização do concurso do Mapa está a cargo da Escola de Administração Fazendária (Esaf) e o edital pode ser acessado clicando aqui .

Os candidatos deverão ter concluído o curso de medicina veterinária e terem registro ativo nos conselhos regional ou federal da categoria (CRMV e CFMV, respectivamente). A inscrição só pode ser feita pela internet, a uma taxa de R$ 120 a ser paga por meio de boleto eletrônico, pagável em toda a rede bancária.

A prova objetiva, composta por 70 questões, terá valor de 120 pontos e será realizada em 26 de novembro em todo o país. A prova de títulos valerá no máximo dois pontos e a prova discursiva (redação) terá peso de 100 pontos. O resultado do concurso do Mapa será divulgado no Diário Oficial da União.

As vagas são divididas da seguinte maneira: 225 para ampla concorrência; 15 para pessoas com deficiência; e 60 destinadas à cota para pessoas negras, conforme prevê a lei 12.990/14.

Carne Fraca

O Brasil chegou a perder mercados importantes para a carne bovina, como os Estados Unidos, por suspeitas de doenças devido à fiscalização deficiente. A fragilidade do sistema sanitário foi exposta por meio da Operação Carne Fraca, deflagrada em março último pela Polícia Federal.

Somente a JBS, conforme depoimento de Joesley Batista, pagava “mensalinhos” de até R$ 20 mil a servidores públicos ligados à inspeção sanitária. Em nota à imprensa, a JBS informou que os pagamentos “eram apenas remunerar os auditores pelas horas extras de trabalho na inspeção dos produtos de origem animal, uma vez que o Ministério da Agricultura não dispõe de número de auditores suficiente para inspecionar as empresas do setor durante todo o expediente de produção”.

Alterações na estrutura de fiscalização sanitária brasileira vêm sendo reivindicadas por entidades ligadas ao setor, como a Sociedade Rural Brasileira (SRB). A entidade avalia que o modelo atual de inspeção possui excesso de intermediários no processo, o que gera “grande ineficiência ao sistema”. A solução proposta é a verticalização da linha de comando da inspeção, hoje com etapas intermediarias em âmbito Estadual, a serem abolidas, inclusive com a liberação de funcionários para outras funções. A criação de uma Corregedoria também é defendida.

Com informações da Assessoria de Imprensa do Mapa




MERCADO +

Data Produto Valor
14/01/2022 Congelado +
(kg)
R$ 6,06
14/01/2022 Resfriado +
(kg)
R$ 5,90

* ORIGEM BASTOS (SP)
Data Produto Valor
14/01/2022 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 109,45
R$ 117,77

* ORIGEM BASTOS (SP)

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Outubro de 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies