22 fev 2018

Venezuela: indústria farmacêutica veterinária atua a 20% de capacidade

Fabricantes de medicinas veterinarias operan sólo al 20% en Venezuela


AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

Na Venezuela, a falta de dinheiro e insumos levou médias e pequenas empresas fabricantes de medicamentos veterinários para animais de produção a operar com apenas 20% de sua capacidade instalada.

Os princípios ativos utilizados pelas empresas de medicamentos veterinários são importados da Índia e China e os poucos que se consegue no mercado venezuelano têm preços exorbitantes, o que gerou um aumento de 50% nos dois últimos meses. Este percentual é atribuído também aos custos de envase e empacotamento.

Outra das variáveis que afeta estes fabricantes de medicamentos veterinários é a baixa produção do setor avícola, que está operando com 20% de sua capacidade, situação que também se observa nas áreas suína e bovina.

O gerente da Fedeindustria Carabobo, Carlos Rojas Veliz, afirmou que as empresas contam com capacidade instalada e mão de obra qualificada para produzir tudo o que falta ao país em itens veterinários.

Os fabricantes de medicamentos veterinários para animais necessitam de US$9 milhões semestrais ou um plano de financiamiento em bolívares, que lhes permita comprar os insumos para poder elevar sua produção.

O setor se reuniu com representantes dos ministérios da Indústria e Comércio Exterior da Venezuela, em busca de uma solução para acabar com o estrangulamento, que lhes impede de adquirir os princípios ativos para produzir os medicamentos veterinários. – Agência – ACN.

O empresario assegurou que não busca que o Estado lhes ofereça os recursos, mas que lhes garanta os mecanismos e flexibilize as normas para que os gerentes das empresas possam comprar o que necessitam para fabricar.

A ideia é que os fabricantes de medicamentos veterinários obtenham moeda estrangeira em um mercado legal para que possa ser incluída na estrutura de custos. O montante pode ser estabelecido no mesmo valor do DICOM (Sistema de Divisas de Tipo de Cambio Complementario Flotante de Mercado), o que possibilitará fazer as importações diretamente.

No mercado venezuelano existem cerca de 42 pequenas e médias empresas fabricantes de medicamentos e produtos veterinários de capital nacional. Seus proprietários estão lutando para que seja aprovada uma política de financiamento que poderia reduzir em até 40% os preços do setor de medicamentos para animais de produção.

Diamond V


NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Julho 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies