08 jan 2020

Uruguai atualiza normativa de regulação para a avicultura

Actualización de normativa de regulación para la avicultura uruguaya Uruguai


AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

Um decreto do governo do Uruguai, publicado em 23 de dezembro de 2019, passa a regular o setor avícola. A legislação inclui capítulos sobre habilitação e registro de estabelecimentos de produção e abate de aves, assim como coleta do ovo, documentação de reservas vivas e identificação de abates.

Segundo divulgado pelo governo, o texto também faculta à Direção de Serviços Pecuários do Uruguai a condenação, abate, ou destruição de produtos por questões sanitárias, ou por não atendimento ao bem-estar animal.

A rorma foi assinada pelo presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, e ministros da Pecuária, Agricultura e Pesca (MGAP) e Saúde Pública (MSP), Enzo Benech e Jorge Basso, respectivamente.

Segundo nota do governo, a norma tem como objetivo fortalecer a avicultura do Uruguai através de políticas relacionadas a saúde e bem-estar animal, assim como segurança alimentar. A finalidade é potencializar a competitividad para alcançar mercados externos altamente exigentes. A nota também especifica a utilidade de certificar os processos produtivos de matérias primas, garantindo um produto final com segurança alimentar.

 

  • O decreto também adéqua a normativa relativa ao controle supervisão das condições de produção, comercialização e industrialização de aves e ovos, para reduzir os riscos sanitários através de todos os processos da cadeia alimentar.
  • Também, a partir do Sistema Nacional de Informação Pecuária, fomenta-se a incorporação de tecnologias da informação.

Para finalizar, a nota do governo do Uruguai, indica que a Direção Geral de Serviços Pecuários será responsável por: planejamento, condução, regulação, execução de programas sanitários de prevenção, controle, vigilância e erradicação de doenças aviárias. Taregas que serão executadas ante situações sanitárias, ambientais, ou por exigência dos mercados internacionais.

A Direção Geral de Serviços Pecuários também fica responsável por determinar, por resolução, condenações, abate sanitário por sacrifício, ou destruição total de aves, devido a problemas sanitários, ou não cumprimento das normas de bem-estar animal.




MERCADO +

DataProdutoValor
18/01/2021 Congelado +
(kg)
R$ 5,86
18/01/2021 Resfriado +
(kg)
R$ 6,20

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
11-15/01/2021 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 94,62
R$ 110,24

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil setembro 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


Logo Ceva
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies