02 set 2019

Tyson Foods adquire 40% da divisão de alimentos do Grupo Vibra

tyson foods grupo vibra

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

Como parte de sua estratégia de crescimento global, a Tyson Foods, Inc. (NYSE: TSN) chegou a um acordo para investir na divisão de alimentos do Grupo Vibra, produtor e exportador brasileiro de carne de frango e derivados. Os termos do acordo não foram divulgados e a transação ainda está sujeita à aprovação do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) no Brasil.

Segundo nota oficial, depois de concluído, o acordo proporcionará à Tyson Foods mais flexibilidade no atendimento aos seus clientes nos principais mercados globais.

“Este investimento nos permitirá acessar suprimentos de aves no Brasil para atender às crescentes necessidades dos clientes brasileiros e dos mercados de demanda prioritários na Ásia, Europa e Oriente Médio”, disse Donnie King, presidente da área internacional da Tyson Foods. “Faz parte da nossa estratégia, desenvolver uma cadeia de fornecimento mais flexível e mitigar a volatilidade do nosso modelo anterior, que dependia principalmente das exportações dos Estados Unidos”, completou.

Desde o ano passado, a Tyson Foods expandiu sua presença global através da aquisição da Keystone Foods, que inclui operações na China, Coréia do Sul, Malásia, Tailândia e Austrália, e os negócios de aves da BRF na Tailândia e na Europa. O Grupo Vibra atende atualmente clientes no Brasil e em mais de 50 países.

“Este acordo é o resultado da confiança mútua entre as duas empresas e o objetivo de ambas se expandirem globalmente”, disse Flavio Sergio Wallauer, presidente do conselho de administração do Grupo Vibra. “Nós também acreditamos na importância de, constantemente, agregar valor para os nossos produtos. Para nós, isso significa continuar a crescer, inovar e fortalecer a posição de nossas marcas, Nat e Avia”.

Nos próximos cinco anos, estima-se que quase 98% do crescimento do consumo de proteínas acontecerá fora dos Estados Unidos. “É por isso que estamos expandindo nossos negócios fora dos EUA“, disse King. “À medida que a população mundial continua crescendo, a Tyson crescerá com isso”.

A Tyson Foods gera atualmente US$ 7 bilhões em vendas internacionais. Isso inclui US$ 5 bilhões em vendas de exportação dos Estados Unidos e cerca de US$ 2 bilhões em receitas no país.

“A Tyson irá adicionar know-how e gerar novas oportunidades de negócios para acelerar o nosso crescimento”, disse Gerson Luís Müller, CEO do Grupo Vibra. “Essa parceria será importante para desenvolver ainda mais os nossos negócios no Brasil e no exterior, garantindo acesso a novas tecnologias e investimentos, principalmente em pesquisa e desenvolvimento (P&D)”, completou.

Ainda segundo Müller, a companhia também terá acesso a uma rede de distribuição global para alcançar novos mercados. “Acreditamos que este acordo contribuirá fortemente para melhorar a qualidade de nossos serviços, adicionando novos produtos ao nosso portfólio”, afirmou o CEO.

Como parte do acordo, o Grupo Vibra irá cindir seu negócio de multiplicação genética, a Agrogen, em uma empresa separada.




MERCADO +

DataProdutoValor
23/11/2020 Congelado +
(kg)
R$ 6,23
23/11/2020 Resfriado +
(kg)
R$ 6,38

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
16-20/11/2020 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 101,96
R$ 123,72

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

 
 


Consultar outras edições


aviagen
Logo Ceva
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies