11 abr 2018

Setor avícola deve estar atento a boas perspectivas da economia

Setor avícola deve estar atento a boas perspectivas da economía


AUTOR(ES)

Priscila Beck

Diamond V

O setor avícola brasileiro deve estar atento às boas perspectivas da economia mundial. Esse foi o recado do economista Ricardo Amorim na palestra proferida na noite da última terça-feira (10/4), em Chapecó (SC), durante a abertura do XIX Simpósio Brasil Sul de Avicultura.

Organizado pelo Núcleo Oeste de Médicos Veterinários e Zootecnistas (Nucleovet), o evento reúne esse ano cerca de 1,2 mil profissionais do setor. O auditório do Centro de Eventos Plínio Arlindo de Nês ficou lotado para a palestra de Amorim.

Brasil Setor avícola deve estar atento a boas perspectivas da economía

 

O economista apresentou dados e defendeu que após grandes crises, o Brasil sempre viveu momentos de crescimento econômico, sendo que o mais tímido nesses episódios foi de 5%. Ele destacou que em 2017 o Brasil cresceu duas vezes mais que o previsto e, se o ritmo continuar o mesmo, o país deverá crescer 4% em 2018.

“Não há o que impeça o Brasil de crescer”, afirmou Amorim. “Estamos no lugar certo, na hora certa e vocês estão no setor certo”, completou.

Amorim afirmou que o fenômeno da nova classe média ocorrido mundialmente em 2014 deverá retornar nos próximos dez anos e isso, automaticamente, se reflete no aumento do consumo de carne de frango. Ele também comentou que a renda per capita mundial quintuplicou nos últimos 15 anos.

Segundo o economista, a Índia deverá ter um crescimento populacional de cerca de 900 milhões de habitantes nas próximas três décadas. A renda per capita do país, que hoje é 1/5 da renda da China, deverá seguir a tendência mundial e isso se refletirá em aumento de consumo de alimentos, destacadamente as proteínas de frango e porco, considerando que no país não se consome carne bovina.

Amorim lembrou ainda que, excluindo a área da Amazônia, o Brasil dispõe de 40% da área mundial disponível para plantio.

Sobre a força do agronegócio, ele afirmou que há 15 anos as cidades do interior crescem mais que as grandes capitais. Já em relação às exportações, Amorim explicou que a queda das taxas de juros no Brasil e elevação das mesmas nos Estados Unidos da América eleva o dólar e, consequentemente, a rentabilidade das exportações.

Para ele, independentemente de quem vença as eleições presidenciais de 2018, a Reforma da Previdência será realizada. Concluindo, destacou que os momentos de crise são propícios para o surgimento de iniciativas inovadoras e ousadas, destacando que nenhum resultado é alcançado sem o investimento de muito esforço e trabalho.




MERCADO +

DataProdutoValor
18/01/2021 Congelado +
(kg)
R$ 5,86
18/01/2021 Resfriado +
(kg)
R$ 6,20

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
11-15/01/2021 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 94,62
R$ 110,24

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil setembro 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


Logo Ceva
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies