23 abr 2018

Por Salmonella, 200 milhões de ovos são recolhidos nos EUA

Por salmonella retiran del mercado 200 millones de huevos en EE.UU. ovos


AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

A U.S Food & Drug (FDA) – agência do governo dos EUA responsável pela regulação de alimentos (tanto para pessoas como para animais) – divulgou o comunicado da empresa norte-americana Rose Acre Farms, que retirou mais de 200 milhões de ovos do mercado devido por se estarem potencialmente contagiados por Salmonella Braenderup.

A FDA publicou que po “extrema precaução” a empresa Rose Acre Farms de Seymour, Indiana, EUA, recolheu voluntariamente 206.749.248 ovos pela possibilidade de estarem contaminados por Salmonella Braenderup, uma bactéria que pode causar infecções graves e, por vezes, fatais em crianças pequenas, pessoas idosas ou com sistema imune debilitado.

As pessoas saudáveis infectadas pela Salmonella Braenderup podem apresentar febre, diarreia, náuseas, vômitos e dor abdominal. Em raras circunstâncias, a infecção por Salmonella Braenderup pode provocar hemorragia sanguínea e provocar doenças mais graves, como infecções arteriais (ou seja, aneurismas infectados), endocardite e artrite.

A salmonella é uma das doenças mais comuns transmitidas via alimentos, porém os sintomas podem ser leves, como febre, diarreia e vômitos, ou causar a morte, especialmente em bebês, pessoas da terceira idade e com sistema imunológico fragilizado por problemas crônicos de saúde.

Os ovos foram distribuídos a partir da granja localizada no condado de Hyde, Carolina do Norte, e chegaram aos consumidores nos seguintes estados: Colorado, Florida, Nova Jersey, Nova York, Carolina do Norte, Pensilvânia, Carolina do Sul, Virgínia e Virgínia Ocidental através de lojas varejistas e restaurantes.

A FDA está aconselhando os consumidores a não consumirem ovos – retirados do mercado – produzidos pela granja do Condado de Hyde “Rose Acre Farms”. Segundo o recente informe da Rose Acre Farms, os ovos são vendidos sob múltiplas marcas, incluindo: Coburn Farms, Country Daybreak, Food Lion, Glenview, Great Value, Nelms e Sunshine Farms. Os ovos recolhidos também foram vendidos para restaurantes.

Os lotes de ovos afetados são oriundos da planta número P-1065, com o intervalo de datas Julianas de 011 a 102 impressas na parte lateral, ou no lado principal da cartela ou pacote, conforme indicado no site da FDA.

A retirada voluntária pela empresa se deve a alguns casos de doentes notificados na costa leste dos Estados Unidos, o que conduziu a extensos interrogatórios e, finalmente, a uma inspeção exaustiva da FDA na granja do Condado de Hyde, que produz 2,3 milhões de ovos ao dia.

Uma vez que a FDA identificou que todas as pessoas que adoeceram, comeram ovos ou pratos que continham o produto, ela foi capaz de rastrear como origem de alguns dos ovos, a granja localizada no Condado de Hyde chamada “Rose Acre Farms”. Os pesquisadores da FDA logo inspecionaram a granja e coletaram novas amostras para examinar. A análise das amostras pela FDA revelou que a mesma cepa de Salmonella Braenderup, que causou as doenças estava presente nas instalações da granja de ovos do Condado de Hyde; vinculando a instalação às enfermidades.

Como resultado dessas descobertas e discussões entre a FDA e a empresa, a Rose Acre Farms retirou voluntariamente os ovos da granja no condado de Hyde, Carolina do Norte, EUA.

As provas da FDA determinaram que estes ovos estão ligados aos 22 casos de pessoas infectadas por Salmonella Braenderup. Os Centros para o Controle e Prevenção de Enfermidades dos EUA (CDC) estão confirmando a difusão da informação sobre o caso aos departamentos estatais de saúde.

Na página da FDA recomenda-se às pessoas que tenham comprado ovos (da parte que foi retirada do mercado) a não consumí-los e devolvê-los ao lugar de compra para obter um reembolso completo.



NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Abril 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies