16 abr 2018

República Dominicana: Baixa na produção de frangos provoca especulação

República Dominicana: Baja en producción de pollo provoca especulación


AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

Na República Dominicana, atraso na entrega de insumos para alimentação provoca queda no quantidade de libras por frango. No entanto, os produtores garantem que a situação não é grave, que a oferta está praticamente normalizada e que sempre há especuladores que se beneficiam deste tipo de circunstâncias, alterando o valor da carne de frango.

O ministro da Agricultura, Ángel Estévez, atribui a alta no preço da carne de frango a um atraso de um barco carregado de ração proveniente da Argentina, o que diminuiu a quantidade de libras por frango, ante uma demanda que, segundo ele, continuou igual durante a Quaresma e a Semana Santa, período em que normalmente baixa o consumo.

Além do mais, o ministro da Agricultura afirmou que o preço da carne de frango voltou à normalidade, razão pela qual garante que é comercializada nos supermercados a um preço entre 53 e 56 pesos. Ainda que, certamente, nos supermercados se venda a esse preço, a realidade é outra nos bairros de Gran Santo Domingo, onde a libra do frango abatido é despachada a 65 pesos, a libra de suíno entre 75 e 120 pesos e a libra de boi entre 75 e 125 pesos, dependendo do corte. – Meio de Comunicação – Proceso.

Por sua vez o presidente da Associação de Criadores de Frango do Norte (Asopollon), José López, indica que o atraso de um carregamento de milho afetou ligeiramente a produção de frangos no país, o que fez com que os preços da carne disparassem.

“Tivemos algumas dificuldades com a matéria prima, que atrasou devido às nevascas dos Estados Unidos. Isto dificulta que o milho chegue às docas por causa do gelo nas ruas e isso nos atrasa”, explicou. O presidente da Associação de Criadores de Frango do Norte disse que o barco devia chegar entre 1 e 15 de março e a previsão é de que estará atracando no próximo domingo. Segundo ele, isto provoca uma leve escassez porque há produtores que não têm alimento suficiente armazenado e alimentam suas aves basicamente para que se mantenham vivas e não engordam o suficiente. – Proceso. No entanto, garantiu que a situação não é grave e que a oferta está praticamente normal. Também destacou que em ocasiões há os que se aproveitam da situação para subir os preços e afirmou que o custo nas granjas não passou de 30 pesos em muito tempo.

José López comentou ainda que para este mês espera-se que a produção alcance, como de costume, os 17,5 milhões de unidades e que todos os centros de distribuição estão cheios, razão pela qual entende que nos próximos dias a situação deve se normalizar.

Para Wilfredo Cabrera, presidente da empresa Cobb Caribe, que distribui 56% da carne de frango consumida no país, a chegada desses barcos às docas do país “trará um grande alívio” ao mercado de ração.

O presidente da empresa Cobb Caribe, afirmou que os produtores estimam que, na Quaresma, o consumo de carne diminuiu 15%, no entanto, na oportunidade se manteve intacto. Meio de Comunicação – El Nacional.

Os produtores de carne de frango da República Dominicana esperam que a produção del ração melhore a partir da atual semana, quando chegarão ao país dois barcos com 30 toneladas de milho e soja cada um.

Diamond V


NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Julho 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies