21 jul 2017

Produção de ovos no Chile registra alta de 4,5% no primeiro semestre



AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

A produção de ovos no Chile alcançou 1.899 milhões de unidades, superando em 4,5% o mesmo período do ano passado. A informação é da Associação de Produtores de Ovos do Chile.

A Associação de Produtores de Ovos do Chile (ChileHuevos) reúne 36 empresas, que representam aproximadamente 80% da produção em nível nacional.

No primeiro semestre de 2017, a produção de ovos foi de 1.899 milhões de unidades, aumentando em 4,5% em relação ao mesmo período de 2016.

O rendimento do setor de postura obtido de janeiro a junho de 2017, representa um recorde nos últimos cinco anos, já que comparado com igual período de 2013, registra uma alta de aproximadamente 20%.

A cifra obtida durante o primeiro semestre, também representa um recorde de 20% no rendimento dos últimos 5 anos.

Estes bons resultados na produção de ovos são atribuídos, segundo publicado no Estrategia, ao aumento sustentado no consumo per capta local. Este, em 2013, chegava a somente 183 unidades, enquanto em 2016 fechou com 205 unidades, superando inclusive, países desenvolvidos como Suíça, Holanda e Reino Unido.

O crescimento na produção de ovos é atribuído a um aumento sustentado do consumo deste produto no Chile, onde atualmente se consome 205 ovos por pessoa ao ano.

“Este positivo comportamento obedece à cada vez maior consciência e conhecimento, por parte dos consumidores, dos benefícios que tem o produto para a saúde”, avalia o gerente da ChileHuevos, Patricio Kurte.

Esse dado foi reafirmado por uma pesquisa realizada no segundo semestre do ano passado pela Adimark, entre donas de casa da Região Metropolitana do Chile, que decidem a compra de alimentos da família. Cerca de 67% das entrevistadas consideram o ovo como a melhor proteína, superando 47% que se havia alcançado na medição do ano anterior.

Uma sondagem realizada junto a consumidores no ano passado, indicou que 67% dos entrevistados consideraram que o ovo é a melhor proteína. Derrubando o mito de que este produto produz um aumento no colesterol – “O ovo não aumenta os níveis do colesterol” – aviNews.

Outros atributos ressaltados pelos entrevistados são as contribuições deste alimento, relacionadas a sua condição de alimento saudável e a ser uma boa fonte de vitaminas; econômico; nutritivo e fácil de preparar.

No que se refere às vendas, estima-se que este ano aumentem 4% sobre as registradas em 2016, chegando a cerca de US$500 milhões.

Se comparamos as cifras do consumo per capta do ovo no Chile com outros países da América Latina – México (350), Colômbia (272), Argentina (271) -, neste país, devido ao aumento sustentado do consumo, a produção de ovos tem um grande potencial de crescimento para os próximos anos. E mais, de acordo com as entrevistas realizadas, a cada dia os chilenos estão valorizando mais o produto como a melhor fonte de proteína, derrubando o mito de que o ovo aumenta os níveis de colesterol.




MERCADO +

DataProdutoValor
22/01/2021 Congelado +
(kg)
R$ 5,99
22/01/2021 Resfriado +
(kg)
R$ 6,15

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
11-15/01/2021 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 94,62
R$ 110,24

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil setembro 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


Logo Ceva
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies