20 jul 2017

Bom desempenho da produção avícola nicaraguense

produção avícola nicaraguense


AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

A boa produção avícola nicaraguense foi destacada pelos membros da Associação Nacional de Produtores Avícolas e Alimentos (ANAPA)  após encontro com autoridades do Sistema Nacional de Produção e Comércio (SNPCC). Outros pontos levantados foram a atividade comercial e os avanços alcançados nas mesas de negociação, que de maneira constante têm sido mantidas com o governo.

“Analisamos o processo produtivo dos primeiros seis meses do ano, assim como as expectativas para o fim do ano relativas ao consumo de frangos. O consumo está crescendo cerca de 3% a 4% este ano, o que é alentador em comparação com o mesmo período do ano passado. Estamos prevendo que até o fim do ano o consumo de frango alcançará 340 milhões de libras”, destacou o presidente da Associação Nacional de Produtores Avícolas e Alimentos (ANAPA), Alfredo Vélez.

Segundo o presidente da Associação Nacional de Produtores Avícolas e Alimentos (ANAPA), a previsão é de finalizar este ano com um consumo de 340 milhões de libras de carne de frango, uma vez que este está crescendo entre 3% e 4%.

Os avicultores destacam, no El 19, que o mais importante neste momento é que o consumo está baseado na produção avícola nacional, considerando que os produtos do setor têm uma considerável demanda e formam parte da dieta dos nicaraguenses.

“Avaliamos a colocação dos produtos, assim como a produção avícola, comercialização e consumo, que são importantes para o crescimento do setor. Vamos seguir trabalhando junto ao governo sobre o Programa Produtivo Alimentar, considerando que os avicultores solicitam agilização no manejo e entrega das aves. Hoje estamos produzindo muito mais que em anos anteriores e essa é uma notícia alentadora para o sector”, explicou o secretário executivo da ANAPA, Donald Tuckler.

De acordo com Donald Tuckler, o ovo segue como uma das produções cujas taxas estão girando em torno de 10%, com 63.000 caixas/dia de ovos no ano passado, conforme publicado no aviNews.

O presidente da ANAPA destacou que o setor está aumentando sua produção de carne de frango, garantindo o consumo nacional e salvaguardando o patrimônio alimentar do país. “O setor avícola de frango é o pilar da segurança alimentar da Nicarágua ao atender 100% das necessidades dos mais de 15 mil clientes, que por sua vez entregam o produto aos 6,3 milhões de nicaraguenses em cada cidade, povoado e comarca do território nacional”, ressaltou no INFORME PASTRAN. Além disso, o dirigente enfatizou que a industria avícola nicaraguense gera aproximadamente 10.000 postos de trabalho diretos e entre 30.000 e 40.000 indiretos, fazendo-se um dos setores que dinamiza a economia do país. Por outro lado, o líder da entidade explicou que atualmente a indústria de frango tem a capacidade de suprir o consumo nacional, porém com a abertura comercial que tem a Nicarágua, estão competindo com o frango dos Estados Unidos.

“A indústria está trabalhando o desafio de médio prazo que representa o Tratado de Livre Comércio entre Estados Unidos e América Central e a República Dominicana (DR-CAFTA), pela abertura das partes escuras de frango (pernas), único produto que representa o maior desafio para as indústrias avícolas da região”, manifestou o presidente da ANAPA . “Esta preparação se dá por meio de um processo de investimentos para a modernização das operações e a substituição de importações”, completou.

O ritmo da produção avícola nicaraguense segue o do consumo e, por isso, a ANAPA estimulará a venda de carne de frango com uma campanha publicitária.

Diamond V


NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Abril 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies