07 maio 2018

Primeiro trimestre de 2018: Setor avícola colombiano cresceu 3,6%

Primer trimestre de 2018: Sector avícola colombiano creció 3,6% setor avícola Colômbia


AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

Durante o primeiro trimestre de 2018, marcado pela agenda política, onda de inverno e insegurança para os transportadores de cargas na Colômbia, a indústria avícola teve um crescimento de 3,6% em relação ao mesmo período do ano passado.

A Federação Nacional de Avicultores da Colômbia (Fenavi) destaca que a produção de carne de frango e ovos somou 601,365 toneladas entre janeiro e março. Comparado ao mesmo período do ano anterior, houve um crescimento de 21,037 toneladas, o que representa 3,6% de crescimento.

Setor de Frangos
Por setor, os números da Federação Nacional de Avicultores da Colômbia (Fenavi) indicam que a carne de frango gerou 380,620 toneladas nos três primeiros meses do ano, representando uma ligeira variação negativa de -0,9% em comparação ao ano anterior.

A projeção prevista para 2018 é passar de 1,56 a 1,59 milhões de toneladas e alcançar uma meta de crescimento de 1,8%, superior à de 2017.

Setor de postura
Quanto à produção de ovos, a Fenavi destaca que as granjas colocaram no mercado, nesse primeiro trimestre do ano, 3,7 bilhões de unidades, 12% a mais que a quantidade produzida no mesmo período do ano passado, quando alcançou os 3,27 bilhões de unidades.

Para 2018 está previsto chegar aos 14,6 bilhões de ovos, que vão abastecer o mercado interno. Ou seja, um crescimento de 6,2% em relação ao registrado em 2017.

Alojamento
Além disso, durante o primeiro trimestre de 2018 o número de aves que passou a fazer parte da população avícola foi de 10,14 milhões de pintinhos fêmeas, 8,2% menor que o de 2017, quando foram 11,05 milhões. O projetado para o ano é de 42,87 milhões, decrescendo 1,4%.

Em relação aos pintinhos, entraram 194,36 milhões, 4,9% a mais comparado a 2017, quando foram de 185,31 milhões. Para 2018 projeta-se a entrada de 784,47 milhões de pintinhos, representando um crescimento de 2,2%.

Continua o impacto da inflação negativa, menor rentabilidade para os avicultores
Diante do comportamento da inflação dos produtos avícolas, o preço do frango e do ovo tem resultado negativo no transcorrer do ano.

A variação mensal do IPC de março do Frango foi de -1.45% e do Ovo foi de -1.12%. A variação foi de -0.19% e -1.46%, respectivamente. Isto se traduz na perspectiva do produtor de queda nas receitas.

Projeções para o restante de 2018
Segundo as análises de projeção para o setor avícola, 297 unidades de ovo será o número do consumo de cada colombiano. A taxa de crescimento nesta série será de 6,2%, com uma produção de 14,6 bilhões de unidades.
Por sua vez, a taxa de crescimento da produção de carne de frango será de 1,8% e serão produzidas 1,59 milhões de toneladas. O consumo desta proteína per capita será de 33,3 quilos.

Con información de la Federación Nacional de Avicultores de Colombia (FENAVI)




MERCADO +

DataProdutoValor
18/01/2021 Congelado +
(kg)
R$ 5,86
18/01/2021 Resfriado +
(kg)
R$ 6,20

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
11-15/01/2021 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 94,62
R$ 110,24

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil setembro 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


Logo Ceva
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies