AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

A Federação Nacional de Avicultura da Venezuela (Fenavi) realizou um balanço estatístico nas granjas avícolas que apontou uma queda de 11,78% na população de galinhas poedeiras – correspondendo à variação de janeiro a outubro de 2017. Os números são qualificados como negativos em comparação aos anos anteriores e ainda afetam o comportamento da presença de produtoras de ovos para consumo humano.

Os dados estatísticos da FENAV – Venezuela revelam que a população ativa de galinhas poedeiras do início do ano era de 11.962.000 e, ao final, chegou a 10.553.000. Ou seja, uma redução de 1.409.000 aves, que deveriam por ovos todos os dias.

O veículo de comunicação venezuelano La Verdad consultou a Productores Avícolas del Zulia, que teve que deixar de produzir devido a ser “custoso manter a produção” e aos obstáculos para o abastecimento de alimentos e fórmulas nutricionais. Insumos necessários para as aves para por ovos de qualidade.

“Como produzir ovos se não se consegue soja, milho e o que chega vem a preços de dólar ‘negro’. E depois há a metionina, lisina, núcleos de minerais, carbonato de cálcio, gordura que são outros custos a mais para o alimento concentrado consumido pelas galinhas”, ressalta uma fonte que pediu para mante o anonimato.

Explica ainda que a queda na produção é ocasionada pelo aumentos nos custos e a escassez. Apenas um pintinho fêmea custa nove mil bolívares “e em uma granja, para garantir ovos o ano todo, deve contar com mais de 100.000 frangas colocando ovos e em processos de substituição. El revelo”.

De acordo com a publicação e os dados da FENAVI – Venezuela, a produção de ovos para consumo está em queda devido à escassa presença de aves poedeiras nas granjas avícolas venezuelanas.

Diamond V


NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Julho 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies