22 maio 2018

Petrobrás baixa preço do diesel em 1,54% e governo promete zerar CIDE

ajuste preço óleo diesel paralisação caminhoneiros independentes


AUTOR(ES)

Priscila Beck

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

Após sete aumentos consecutivos, a Petrobrás anunciou hoje, em seu site, que a partir desta quarta-feira (23/5) o diesel ficará 1,54% mais barato nas refinarias de todo o país, enquanto a redução anunciada para a gasolina é de 2,08%. Também na tarde de hoje, em sua conta no Twitter, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciou que o governo federal decidiu zerar a cobrança da Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) sobre os combustíveis.

As medidas surgem no segundo dia de interdições de rodovias federais, promovidas pela Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), que representa motoristas autônomos e não envolve veículos fretados. A entidade reivindica a isenção de PIS, Cofins e Cide, que representariam 43% do preço do combustível na refinaria.

Segundo a Abcam, o diesel representa 42% dos custos do negócio. Um balanço divulgado pela entidade no primeiro dia das paralisações (21/5) contabilizou interdições em 19 estados, enquanto a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que 21 unidades federativas foram afetas.

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) chegou a estabelecer um comitê de crise para o levantamento de informações sobre os problemas causados pelo movimento nas estradas. Segundo apurado pela entidade, os bloqueios impedem o transporte de aves e suínos vivos, ração e cargas refrigeradas destinadas ao abastecimento das gôndolas no Brasil ou para exportações.

“A ABPA apoia as motivações da paralisação, mas entende que o movimento deve preservar o fluxo dos alimentos e dos insumos para a produção“, informa a entidade em nota. “A continuar este quadro, há risco de falta de produtos para o consumidor brasileiro. Contratos de exportação poderão ser perdidos e há um forte aumento de custos logísticos com reprogramação de embarque de cargas”, completa.

A Cooperativa Central Aurora Alimentos também divulgou um comunicado informando a paralisação total, a partir de quinta e sexta-feira (24 e 25/5) das atividades das indústrias de processamento de aves e suínos em Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul (inicialmente).

“A capacidade de estocagem de produtos frigorificados – de 50 mil toneladas – está exaurida”, informa a nota da Aurora.

Preço do Diesel subiu 12,3% em maio

 

Desde o dia 1o de maio, o preço do diesel acumula alta de 12,3%, enquanto a alta acumulada no preço da gasolina nesse mês foi de 16,07%. Apenas nos últimos 17 dias, o preço da gasolina sofreu 11 aumentos consecutivos.

Com a queda de 1,54% que entra em vigor amanhã, o preço do diesel nas refinarias passará a ser de R$ 2,3351, enquanto o litro da gasolina passa a custar R$ 2,0433. Há 14 dias, o preços desses combustíveis em postos do município de Paranaguá (PR), chegavam a R$3,46 e R$4,29, respectivamente.

A queda de preços anunciada hoje pela Petrobras se dá um dia depois de a companhia ter informado mais um aumento nas refinarias de todo o país nos valores do diesel, que subiu 0,97%, e nos da gasolina, com alta de 0,9%.

Segundo o presidente da Petrobras, Pedro Parente, a redução dos preços do diesel e da gasolina foi adotada em função da queda do dólar na última segunda-feira (21/5). A Agência Brasil divulgou hoje que há discussões no governo sobre a possibilidade de redução da cobrança de tributos sobre os combustíveis.

A Agência Brasil informou que existem situações em que a composição de impostos chega a quase a metade do valor final do preço da gasolina e do diesel nas bombas de todo o país. A informação coincide com o que foi divulgado pela Abcam, que os impostos representam 43% do preço do diesel nas refinarias.

Já a alíquota da Cide, sobre a qual aventa-se a possibilidade de ser zerada pelo governo federal, é de R$ 0,05 por litro para o diesel e R$ 0,10 por litro para a gasolina. Na prática, o imposto corresponde a cerca de 1,5% do valor do diesel e 2% do preço da gasolina nas bombas.

Segundo a Petrobras, os aumentos são consequência das oscilações do preço do barril do petróleo no mercado externo.

 

Com informações da Agência Brasil e Uol

 

Diamond V


NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Julho 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies