15 set 2017

Peru: Transporte de ovos férteis e pintos de um dia

Perú: Carga de huevos fértiles, producción y oferta de aves BB ovos férteis


AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

A Direção de Estatística Agrícola (DEA) da Direção Geral de Acompanhamento e Avaliação de Políticas (DGESEP), ligada ao Ministério da Agricultura e Risco (MINAGRI) do Peru, produziu um boletim estatístico dos principais indicadores da cadeia avícola, incluindo transporte de ovos férteis e produção de pintos de um dia de diferentes linhas.

O boletim está enquadrado no Sistema Integrado de Estatística Agrícola (SIEA). Fizemos um resumo dos dados relativos ao transporte de ovos férteis e produção de pintos de um dia em plantas de incubação das diferentes linhas de produção, assim como oferta peruana de pintos de um dia por linhas de produção durante os sete primeiros meses de 2017, comparado com igual período do ano passado.

De acordo com o boletim, a informação foi obtida a partir dos registros semanais, mensais e administrativos das diferentes unidades de produção e instituições públicas; as informações foram passadas pelas empresas avícolas, centros de distribuição de aves vivas, mercados atacadistas, plantas de incubação de aves e centros de produção de aves; no âmbito do Sistema Integrado de Estatísticas Agrícolas (SIEA).

 

O Peru está trabalhando com uma meta de exportação e, para alcançá-la, a Associação Peruana de Avicultura ressalta que é vital o trabalho conjunto das esferas pública e privada.  A entidade destaca ainda que a inclusão da avicultura no Plano Pecuário 2017 – 2021, reflete o compromisso das autoridades governamentais com o setor avícola.

Seguindo esta linha, a entidade governamental criou este “Boletim Estatístico da Produção e Comercialização Avícola”, tendo como objetivo contribuir para as decisões do produtor avícola e demais agentes econômicos vinculados ao setor.

Além disso, esta informação é complementada com os relatórios de comércio exterior dos principais produtos avícolas da Superintendência Nacional de Aduanas e Administração Tributária (SUNAT).

Transporte de ovos férteis e produção de pintos de um dia em plantas de incubação
Frangos de corte
De janeiro a julho de 2017, foram transportados 490,062 milhões de ovos férteis para frangos de corte, diante dos 482,348 milhões do mesmo período do ano anterior, ou seja, com um ligeiro aumento de 1,6%.
Neste mesmo período, se produziram 403,010 milhões de pintos de um dia para corte, enquanto no mesmo período do ano anterior se obtiveram 396,417 milhões, apresentando um crescimento de 1,7%.

Gráfico 1: Transporte de ovos férteis e pintos de um dia para corte em plantas de incubação de aves de janeiro 2016 – julho 2017.

Aves de postura:
Durante os sete primeiros meses do ano, foram transportados 36,522 milhões de ovos para aves de postura, após os 34,835 milhões do mesmo período de 2016, alcançando um crescimento de 4,8%.
Até agora, se produziram 13,413 milhões de pintos de um dia para aves de postura, comparado com os 13,420 milhões no mesmo período do ano, refletindo um decréscimo de 0,1%.

Gráfico 2: Transporte de ovos férteis e produção de pintos de um dia para aves de postura em plantas de incubação de aves de janeiro 2016 – julho 2017.

 

Frangos cruzados:
De janeiro a Julho de 2017, foram transportados 4,475 milhões de ovos férteis para frangos cruzados, superior em 1,1%, comparado com os 4,425 milhões no mesmo período do ano passado.
Neste mesmo período se produziram 3,642 milhões de frangos cruzados, diante dos 3,580 milhões produzidos no mesmo período do ano anterior, ou seja, apresentou um crescimento de 1,7%.

Gráfico 3: Transporte de ovos férteis e produção de pintos de um dia cruzados em plantas de incubação de aves de janeiro 2016 – julho 2017.

 

Perus de corte:
Nos meses analisados, foram transportados 3,205 milhões de ovos férteis para perus de corte, contrastando com os 4,450 milhões no mesmo período do ano anterior, observando-se uma diminuição de 28%.
Nos sete primeiros meses de 2017, foram produzidos 2,748 milhões de perus de um dia para corte, quantidade 20,2% inferior em relação ao obtido no mesmo período do ano passado, que foi de 3,446 milhões.

Gráfico 4: Transporte de ovos férteis e produção de perus de um dia para corte em plantas de incubação de aves de janeiro 2016 – julho 2017.

 

Patos de corte:
De janeiro a Julho, foram transportados 1,175 milhões de ovos férteis para patos de corte, diante dos 1,031 milhões do mesmo período de 2016, ou seja, um aumento de 13,9%.
Neste mesmo período, foram produzidos 781 mil patos de um dia para corte, com um decréscimo de 5,3% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando se alcançou uma produtividade de 825,781.

Matrizes de frangos de corte:
Neste mesmo período de 2017, foram transportados 14,180 milhões de ovos férteis da linha de Matrizes de frangos de corte, quantidade menor em 10,4% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram produzidos 15,831 milhões de ovos férteis.

De janeiro a julho de 2017, se produziram 3,654 milhões de pintos de um dia da linha de matrizes de frango de corte, diminuindo em 13,6% em relação aos 4,230 milhões produzidos no mesmo período do ano passado.

Gráfico 5: Transporte de ovos férteis e produção de matrizes para frango de corte: em plantas de incubação de aves de janeiro 2016 – julho 2017.

Oferta de pintos de um dia
Nestes sete primeiros meses de 2017, as linhas que apresentaram crescimento na oferta de pintos de um dia, foram para: corte (1,7%), frangos cruzados (1,7%) e aves de postura (0,2%).
Neste período, as linhas que mostraram diminuição na oferta de pintos de um dia foram: perus de corte (-18,4%), patos de corte (-5,3%), matrizes de frangos de corte (-9,6%) e matrizes de galinhas de postura (-24,6%), em comparação ao mesmo período de 2016.
Além disso, as exportações mostraram um decréscimo neste período, sendo as únicas linhas que exportaram: matrizes de frango de corte (-79,8%) e perus de corte (-25,6).

Durante os sete primeiros meses do ano, a produção avícola peruana mostrou um crescimento de 2,1% em comparação com o mesmo período do ano anterior. Até agora, a oferta de carne de ave vem apresentando um crescimento de 1,8 pontos percentuais, em comparação ao mesmo período do ano 2016. Além disso, no período de janeiro a julho deste ano, a oferta nacional de ovo para consumo vem apresentando um crescimento de 4,7 pontos percentuais com relação ao mesmo período do ano anterior.

Diamond V


NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Julho 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies