11 set 2019

Partículas de casca de ovo são usadas para cultivar tecido ósseo em laboratório

casca de ovo


Diamond V

A casca de ovo em pó está sendo aplicada para projetar tecidos ósseos que possam gerar melhores resultados para reparo e cura óssea. Esse é o objeto do trabalho de uma equipe de pesquisadores da Universidade UMass, de Lowell, em Massachusetts (EUA).

casca de ovo

Liderada pela professora Gulden Camci-Unal, do Departamento de Engenharia Química , a pesquisa usa partículas microscópicas de casca de ovo para reforçar os hidrogéis à base de gelatina, que servem como andaimes 3D estáveis ​​para o crescimento de células ósseas, chamadas osteoblastos.

Em matéria veiculada no site da Universidade, Camci-Unal explica que mais de 2 milhões de procedimentos de enxerto ósseo são realizados a cada ano em todo o mundo. “O reparo ósseo é crucial para restaurar a funcionalidade e a auto-estima do paciente após uma lesão“, disse ela ao site da Universidade.

No entanto, ela observa que existem limitações para os materiais e procedimentos existentes para enxerto ósseo, incluindo o risco de infecção, a rejeição pelo sistema imunológico do corpo, além da disponibilidade limitada de doadores de ossos.

casca de ovoEla diz que os experimentos da equipe demonstram que seu biomaterial reforçado com partículas de casca de ovo pode aumentar significativamente a mineralização pelas células ósseas em comparação ao uso de hidrogéis isoladamente, resultando em uma cura mais rápida.

Além disso, como o biomaterial é combinado com as células obtidas do paciente e depois cultivadas e deixadas amadurecer em uma incubadora de tecidos antes de serem implantadas no paciente, não são esperados problemas de rejeição pelo sistema imunológico do paciente usando esse método, diz ela.

Camci-Unal ressalta que as partículas de casca de ovo também podem ser facilmente incorporadas aos andaimes 3D em uma série de novas aplicações biomédicas.

“Por exemplo, nossos andaimes reforçados com partículas de casca de ovo podem ser úteis em implantes dentários, bem como em cirurgias reconstrutivas do crânio, mandíbula e face”, diz ela. “Além de seu papel na regeneração de tecidos, as partículas de casca de ovo também podem ser usado como um veículo possível para fornecer pequenas moléculas, como fatores de crescimento, proteínas, peptídeos, genes e drogas terapêuticas ”.

As descobertas da equipe foram inicialmente divulgadas em 18 de abril na revista Biomaterials Science , publicada pela Royal Society of Chemistry no Reino Unido.

Este é o primeiro estudo que utiliza partículas de casca de ovo em uma matriz de hidrogel para reparo ósseo“, observou Camci-Unal em entrevista ao site da Universidade. “Nós já registramos um pedido de patente para ele no início deste ano. Estamos muito empolgados com nossos resultados e prevemos muitas aplicações impactantes de nossa invenção”, completa.

casca de ovo

Gulden Camci-Unal, à direita, e o estudante Xinchen Wu – Foto Edwin L. Aguirre

Além de Camci-Unal, a equipe também inclui Xinchen Wu, Darlin Lantigua e Sanika Suvarnapathaki, que são alunos pós-graduandos do programa de Engenharia Biomédica e Biotecnologia,  além de Stephanie Stroll, que é estudante de biologia.

O desperdício global de cascas de ovos, geralmente descartadas da culinária doméstica e comercial, chega a milhões de toneladas por ano”, diz Camci-Unal. “Ao redirecionar as cascas de ovos, podemos beneficiar diretamente a economia e o meio ambiente, fornecendo uma solução sustentável para as necessidades clínicas não atendidas. Apesar de estar prontamente disponível e barato, o valioso potencial das cascas de ovos em aplicações de bioengenharia permanece muito pouco estudado”, observa.

Conteúdo extraído do site da Universidade




MERCADO +

DataProdutoValor
19/03/2021 Congelado +
(kg)
R$ 6,44
19/03/2021 Resfriado +
(kg)
R$ 6,45

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
08 - 12/03/2021 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 127,32
R$ 149,89

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Abril 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies