14 ago 2018

Paraguai: Receitas com exportações avícolas aumentaram 38%

Exportaciones de carne de ave en Paraguay crecen 21,3%


AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

Segundo nota do  SENACSA (Serviço Nacional de Qualidade e Saúde Animal) do Paraguai, de janeiro a julho de 2018, as exportações de carne de frango, derivados e miúdos subiram para 2.396,5 toneladas, representando um crescimento de 15% em volume comparado ao mesmo período do ano anterior.

No período de janeiro a julho de 2018, as exportações de carne de frango apresentaram um crescimento de 15% em relação ao mesmo período do ano passado.

O presidente da APPEP (Associação Paraguaia de Produtores e Exportadores de Frangos), Enrique Lampert, manifestou que o aumento observado nas exportações avícolas está diretamente relacionado com a abertura de novos mercados.

Ele também observou que a indústria avícola do país está em condições de aumentar sua produção e atender as exportações em função da abertura de novos nichos. – La Nación.

Receitas por exportação

Em relação às receitas da indústria avícolaapresentaram um crescimento de 38% até o sétimo mês do ano 2018. Entre janeiro e julho os embarques de carne de frango e seus produtos geraram US$2.447.052, No entanto, no mesmo período do ano anterior as receitas foram de US$1.776.159, segundo informações do SENACSA.

Nos sete primeiros meses de 2018 as receitas das exportações avícolas experimentaram um crescimento de 38%, comparado com o mesmo período do ano anterior.

Em relação ao preço, no período de janeiro a julho de 2018, obteve-se uma melhora de 20%. Por essa razão alcançou-se uma média de US$1.021 / tonelada, frente aos US$851 / tonelada do ano anterior. Isso representou um aumento de US$170 / tonelada em relação a igual período do ano passado.

Mercados importadores

As exportações do setor avícola paraguaio, de janeiro a julho de 2018, foram enviadas a oito mercados diferentes, sendo os destinos mais importantes: Rússia, com 48%; Vietnã, com 25%; e Angola, com 12%.

Sobre isso, o presidente da APPEP afirmou ao La Nación que atualmente as exportações são enviadas a mercados de pouco valor. No entanto, a cada dia o setor avícola paraguaio está produzindo com melhor qualidade e pode ser competitivo em qualquer mercado, sendo necessárias as certificações sanitárias correspondentes.




MERCADO +

DataProdutoValor
14/01/2021 Congelado +
(kg)
R$ 5,87
08/01/2021 Resfriado +
(kg)
R$ 5,92

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
04-08/01/2021 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 96,92
R$ 110,45

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil setembro 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


Logo Ceva
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies