03 abr 2019

Nutrição e Manejo de frangos de corte e reprodutoras pesadas nos EUA

nutrição e manejo


AUTOR(ES)

Dave Burnham

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol) English (Inglês)

Quais os desafios da indústria avícola, em termos de manejo e nutrição, para garantir a eficácia dos excepcionais avanços conquistados nos últimos 40 anos?

Há 40 anos, quando me formei na Universidade de Pretória, a indústria estava voltada para o uso de métodos científicos para melhorar o bem-estar, o rendimento e a rentabilidade da produção animal.

Como indústria, devemos ficar muito orgulhosos dos excepcionais avanços que conquistamos, os quais vão muito além do que qualquer um de nós poderia ter imaginado.

A era da ciência e os avanços no rendimento

frango de corteAVANÇOS CIENTÍFICOS SIGNIFICATIVOS:

frangos de corteNUTRIÇÃO

Do ponto de vista nutricional, o desenvolvimento de aminoácidos cristalinos e suplementos vitamínicos para as rações provavelmente tiveram  o maior efeito nutricional sobre o rendimento e os custos da produção animal.

frangos de corteVACINAS

Não podemos ignorar o grande impacto das vacinas, que reduziram drasticamente a mortalidade e a morbilidade, diminuindo a necessidade de utilizar medicamentos.

frangos de corteGENÉTICA

Provavelmente, foi uma das principais contribuições para alcançar os maiores avanços em rendimento. As melhoras em saúde, bem-estar, eficiência no uso de nutrientes (eficiência alimentar) e rendimento cárnico são notáveis.

frangos de corteALOJAMENTO GENÉTICA VACINAS NUTRIÇÃO

Avanços em controladores eletrônicos, painéis de refrigeração, ventilação de túnel, sistemas de alimentação e bebedouros de tetina.

A melhora no uso dos ingredientes e a redução da superfície cultivável necessária para alimentar as aves são verdadeiramente espetaculares — poderia arriscar-me a dizer que estes tiveram um impacto real na sustentabilidade.

Está gostando desse conteúdo? Cadastre-se para receber nossa newsletter semanal!

AMINOÁCIDOS CRISTALINOS:

frangos de corteChegamos a compreender a nutrição com aminoácidos comerciais, formulando com valores de aminoácidos digestíveis e utilizando “níveis ideais”.

Excluindo a metionina, sem a qual é muito difícil alimentar os frangos, o uso de L-lisina e L-treonina permite economizar até 11,50 dólares por tonelada em custos atuais de ingredientes e reduzir as emissões de nitrogênio em 10-15%.

frangos de corte e reprodutoras pesadas

frangos de corte

A ERA DO BENCHMARKING:

Os gerentes de produção não compreenderam a “ciência” nem as práticas deste novo sistema de produção. Com isso, um “simples” relatório tabulado que mostrava seu rendimento em relação aos outros produtores se tornava a ferramenta de manejo da empresa, entrando na era do benchmarking.

Acredito que este sistema causou importantes danos à indústria:

frangos de corteMinimizou a importância da pesquisa nas universidades.

frangos de corteApropriou-se de muitas responsabilidades do comprador.

frangos de corteEliminou a responsabilidade do nutricionista de pesquisar as práticas nutricionais mais eficientes.

frangos de corteSubstituiu a pesquisa tradicional.

frangos de corteIsolou as divisões de produção e as colocou em silos separados.

frangos de corteConcentrou o rendimento na conversão calórica e no custo mais baixo.

frangos de corteA conversão calórica deve ser a medida de rendimento menos confiável de todas.

frangos de corteCompartilhou os números e os custos de produção com os fornecedores e clientes da indústria.

Em minha opinião, o benchmarking levou à mediocridade, em lugar de promover a excelência.

frangos de corte

A era da regulamentação governamental, os ativistas a favor dos direitos animais, as resistências antimicrobianas, os alarmistas sobre o meio ambiente, a sustentabilidade e o aquecimento global, o movimento ecológico e o marketing ativista.

Os governos, que “nunca desperdiçam uma crise”, começaram a impor regulamentações adicionais à produção animal. “A doença da vaca louca” foi a escusa perfeita, os cidadãos exigiam que se tomassem medidas e, consequentemente, os governos agiram.

Posteriormente chegaram as resistências antimicrobianas; acredito que os grupos a favor dos direitos dos animais realmente acreditaram que este seria o último prego no “caixão” da indústria da carne. No entanto, há muitos cientistas envolvidos nesta indústria e eles não demoraram muito para encontrar uma forma de criar os frangos sem o uso de antibióticos  promotores do crescimento. Presumo que os consideráveis avanços em matéria de tecnologia vacinal, aditivos alimentares e nutrição tenham permitido que isso fosse possível.

Os ativistas (ecologistas e defensores dos direitos dos animais) se encorajaram durante essa época e conseguiram influenciar a mídia e os legisladores para aumentar as regulamentações sobre a produção animal.

frangos de corteO EFEITO DO MARKETING ATIVISTA:

As empresas de serviços alimentícios — restaurantes e supermercados — têm sido o alvo desses grupos de ativistas, que exigem o apoio dessas empresas às práticas que eles promovem. As empresas que não se aliam a suas exigências são humilhadas e submetidas a assédio através da mídia.

Isso nos traz à atualidade e aos desafios da nutrição avícola.

frangos de corte reprodutorasFRANGAS E REPRODUTORAS:

Conforme se mencionou anteriormente, as casas de genética de reprodutoras conquistaram um enorme progresso no que diz respeito ao rendimento. As reprodutoras de alto rendimento trouxeram consigo alguns desafios para a produção de pintos.

Devido aos altos custos associados à mão de obra nos Estados Unidos, optamos por:

frangos de ciorte

Não classificar as frangas por peso (“granding”).

frangos de corteJuntar os galos com as galinhas durante a etapa de crescimento.

Também nos orientamos pelos números do benchmarking em lugar das melhores práticas científicas. Estas ações têm dificultado o manejo dessas aves.

frangos de corteEstratégias nutricionais, em minha experiência, para otimizar a fertilidade em reprodutoras:

frangos de corteAltos níveis de aminoácidos sulfurados, baixo nível de lisina e balanceamento com outros aminoácidos e minerais para o desenvolvimento esquelético.

frangos de corteAtenção ao acesso e distribuição do alimento. Observei que colocamos excessiva pressão nos comedouros, que geralmente são especificados para 15 aves por prato. Isso, geralmente, é suficiente até as 12 semanas de idade, mas não para depois disso. Às 16 semanas cabem aproximadamente 12 aves em torno do comedouro, o que implica que 25% delas terão de competir por espaço, afetando a ingestão diária de nutrientes.

A ingestão de alimento tem um impacto muito maior na “ingestão diária de nutrientes”, do que a formulação do alimento.

frangos de corteAs frangas com deficiências de aminoácidos tenderão a arrancar e comer as penas.

frangos de corteCom o objetivo de melhorar a plumagem, muitos se sentem tentados a aumentar a concentração de aminoácidos (ou de proteína crua), podendo exacerbar a situação. Os aminoácidos adicionais são destinados ao peito e podem dar lugar a uma reprodutora com excessivo desenvolvimento muscular.

frangos de corteConsiderando que às 25 semanas as aves passaram pela muda final, as penas que tiverem nessa idade são as mesmas que terão durante a fase de produção.

frangos de corteA maior parte da perda de penas durante a postura se deve a danos mecânicos. Comparemos uma galinha  em postura com uma que não está às 60 semanas:

No comedouro (a restrição de espaço leva a empurrões para fora deste).

Durante a cópula, um número excessivo de machos agrava a situação.

No acesso aos ninhos.

frangos de corteVerifiquemos o espaço de comedouro. As reprodutoras são maiores e mais largas do que há 20 anos. Em um galpão padrão de 10 mil galinhas, uma ave ¼ mais larga se traduz em 64 m (210 pés lineares) de espaço de comedouro.

frangos de corteA perda de condição física do macho devido ao roubo de alimento pelas fêmeas ou um espaço de comedouro insuficiente levam a uma regressão testicular que, em conjunto, representam a maior causa da baixa fertilidade.

frangos de corteA pesagem dos ovos é uma excelente ferramenta para controlar a retirada de alimento durante a fase de postura.

frangos de corteAlimentação diária das frangas. É evidente que nos conduziremos para uma alimentação diária durante os próximos anos.

frangos de corte

 

frangos de corteREPRODUTORAS:

frangos de cortefragos de corteCasca do ovo: certifique-se de que as reprodutoras não sofram estresse devido ao calor, já que o arquejo leva à alcalose respiratória, afetando os níveis de cálcio no sangue e produzindo ovos com cascas finas. Esta situação é especialmente importante na primavera, quando há curtos períodos de frio e calor. Alimentar as reprodutoras com mais de 4,8 gramas de cálcio por dia tem se mostrado uma prática benéfica para melhorar a qualidade da casca.

frangos de corteCertifique-se de que os ovos estejam limpos, sejam coletados com frequência, colocados em bandejas de incubação desinfetadas, refrigerados corretamente e armazenados em um ambiente fresco e limpo na planta de incubação.

frangos de corteControle da temperatura na planta de incubação; o calor metabólico — utilize termômetros e câmeras infravermelhas para avaliar e corrigir temperaturas heterogêneas nas bandejas e incubadoras. Garanta que os pintos não sofram estresse devido ao calor durante a sua permanência na incubadora e o transporte para a granja.

frangos de corteCRIAÇÃO:

frangos de corteVerifique a temperatura de incubação. As temperaturas elevadas provocam o arquejo e afetam a integridade do intestino. A presença de cloacas sujas indica que as aves sofreram estresse térmico, o que representa um desafio para o manejo.

frangos de corteVerifique os níveis de gases; <25ppm amoníaco, <2.500 ppm dióxido de carbono.

frangos de corteGaranta o livre acesso e a disponibilidade de alimento e água fresca.

frangos de corteVerifique a cada 24 horas o enchimento do bucho.

frangos de corte

Provavelmente, o mais importante é compreender as bases de uma boa nutrição. Isso implica garantir uma parede intestinal saudável e uma população microbiana saudável no trato gastrointestinal:

frangos de corteUtilize ingredientes altamente digestíveis e de boa qualidade.

frangos de corte Em caso de uma dieta vegetal, procure utilizar outras fontes de proteína além da farinha de soja, mas observe o balanceamento de aminoácidos.

frangos de corteCompreenda a importância da concentração de nutrientes. Uma menor densidade de nutrientes poderia resultar em uma cama mais seca e, em consequência, em uma menor incidência de coccidiose e enterite necrótica?

frangos de corteGfrango de cortearanta que os nutrientes estejam balanceados corretamente. Verifique os níveis de aminoácidos digestíveis além dos aminoácidos sulfurosos, lisina e treonina.

frangos de corteAs aves depositam urina no cólon para recuperar água, de tal forma que um excesso de nutrientes na urina pode tornar-se uma fonte de nutrientes para organismos patógenos nas porções distais do intestino.

frangos de corteDurante o processo de fabricação do alimento, as temperaturas de peletização excessivas provocam o escurecimento (reação de Maillard)  e a menor disponibilidade de alguns nutrientes para as aves.

frangos de corteOs pellets de boa qualidade melhoram a ingestão de alimento e os rendimentos.

O controle da coccidiose é, sem dúvida, o maior desafio. A restrição do uso dos ionóforos, permitindo somente o uso contínuo de coccidiostáticos  químicos, é talvez uma das práticas mais incompreensíveis que temos permitido em nossa indústria.

frangos de corte Qualquer perturbação entérica que resulte na perda da mucosidade intestinal resultará em uma cama úmida. Manter a cama seca ajuda a reduzir a presença de patógenos.

frangos de corteA mucosidade intestinal exige altos níveis de aminoácidos. O desafio de qualquer programa de alimentação é manter uma microbiota intestinal saudável e minimizar a perda da mucosidade.

frangos de corteADITIVOS:

Temos observado um grande aumento na disponibilidade e no uso de aditivos no alimento e na água a fim de “substituir” os antibióticos.

CONCLUSÃO:

A melhor coisa que podemos fazer é fazer as coisas da maneira correta, conhecendo as necessidades das aves relacionadas a luz, espaço, ar, temperatura, água, saúde e exigências nutricionais. Do contrário, simplesmente não deveríamos fazer nada.

Devemos ficar orgulhosos de nossas conquistas nos últimos 50 anos,  melhorando continuamente o rendimento e o bem-estar das aves na produção avícola. Não permitamos que nosso árduo trabalho e compromisso sejam ofuscados. Como indústria, realizamos um trabalho notável para prover proteína segura, nutritiva, econômica e saudável para os cidadãos do mundo.

fra ngo de corte




MERCADO +

DataProdutoValor
08/07/2020 Congelado +
(kg)
R$ 4,90
08/07/2020 Resfriado +
(kg)
R$ 4,88

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
15/06-19/06/2020 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 92,03
R$ 112,47

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

 


Consultar outras edições


aviagen
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies