AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

O Serviço Nacional de Sanidade, Segurança e Qualidade Agroalimentar (SENASICA) do México reportou à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) a descoberta do vírus da Influenza Aviária de alta patogenicidade AH7N3 em uma propriedade rural e em aves domésticas. Os locais foram despovoados de maneira imediata para evitar a disseminação do vírus.

O SENASICA destacou que o vírus da Influenza Aviária não foi identificado em granjas comerciais, razão pela qual não existe risco para a produção avícola nacional. O México, com mais de 200 milhões de aves de postura e 300 milhões de frangos de corte por ciclo, gera anualmente mais de seis milhões de toneladas de produtos avícolas.

O órgão mexicano ordenou a imediata despopulação da propriedade rural, localizada em San Felipe, Guanajuato, que contava com 1.900 aves. O foco foi fechado de maneira imediata e nos laboratórios oficiais foi feita a confirmação da presença do vírus.

Na propriedade havia 1.400 aves da raça Rhode Island e 500 poedeiras em fase de produção. Suspeita-se que estas últimas contagiaram o restante, pois estavam vacinadas, o que leva a se presumir que vieram de granjas comerciais da região de los Altos de Jalisco, onde ainda existe circulação do vírus e que, a partir de transporte irregular, foram distribuídas por intermediários.

Da mesma maneira, o vírus foi identificado em uma galinha doméstica na comunidade de Portezuelos, Cadereyta de Montes, Querétaro; no local havia uma população de 26 aves, que também foram eliminadas.

Conforme os procedimentos estabelecidos para este tipo de ocorrência, os técnicos do SENASICA realizaram o monitoramento de todas as granjas localizadas no perímetro de 10 quilômetros de ambos os focos e não foram encontrados problemas sanitários.

As ocorrências resultaram dos trabalhos de vigilância epidemiológica ativa realizados pelo órgão da Secretaria de Agricultura, Pecuária, Desenvolvimento Rural, Pesca e Alimentação (SAGARPA) do México, com o objetivo de evitar a propagação do vírus e continuar com as ações necessárias para detetar oportunamente sua presença.




MERCADO +

DataProdutoValor
23/11/2020 Congelado +
(kg)
R$ 6,23
23/11/2020 Resfriado +
(kg)
R$ 6,38

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
16-20/11/2020 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 101,96
R$ 123,72

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil setembro 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


aviagen
Logo Ceva
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies