16 out 2017

México habilita novas plantas avícolas argentinas para importação

México habilitó nuevas plantas avícolas argentinas para importación


AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

O México publicou no sistema de registro do Serviço Nacional de Sanidade, Segurança e Qualidade Agroalimentar (SENASICA), a lista das novas plantas avícolas argentinas habilitadas para importação.

A informação foi divulgada pelo Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Agroalimentar (SENASA) da Argentina, entidade que recebeu a comunicação oficial da medida, que é resultado da visita de auditoria realizada por inspetores do Serviço Nacional de Sanidade, Segurança e Qualidade Agroalimentar (SENASICA) do México entre 26 de maio e 7 de junho deste ano.

O México publicou no sistema de registro do SENASICA, a lista de abatedouros e processadores de carne de aves argentinos habilitados para exportar ao país.

“O resultado é muito satisfatório, considerando que, de 4 se passou para 11 estabelecimentos habilitados para exportar para o México. Isto demonstra que os procedimentos de controle sanitário desenvolvido pelo nosso Serviço cumpre os requisitos exigidos pelo país. Se trata de um respaldo para gerar equivalências e confiança com mercados similares, importadores de nossos produtos”, explicou o coordenador de Aves, Ovoprodutos, Espécies Menores e Produtos de Caça do SENASA, Gustavo Soto Kruse.

Por sua vez, a coordenadora de Relações Internacionais do SENASA, María Inés Vica, destacou que a medida adotada pelo México “é uma prova a mais da excelência dos padrões sanitários que tem a Argentina, onde nosso Serviço dá garantias de segurança e qualidade aos produtos exportados pelo nosso país”.

Os abatedouros e processadores de carne de aves autorizados estão localizados em Crespo, Concepción del Uruguay, Colón, Larroque, San José e Gualeguay, província de Entre Ríos; Capitán Sarmiento, Domselaar e Batán, província de Buenos Aires; e Río Cuarto, província de Córdoba. Os produtos aprovados correspondem à categoria in natura, incluindo frango inteiro, porcionado – com e sem osso – e carne mecanicamente desossada.

Em conformidade com s informação, a Argentina integra um reduzido grupo de países fornecedores deste tipo de carne de ave ao México, junto com o Brasil, Chile, e Estados Unidos.

Diamond V


NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Julho 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies