25 mar 2018

México estima crescimento de 3% para a produção de ovos em 2018

En México se estima que la producción de huevo crecerá 3% en 2018


AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

O presidente da União Nacional de Avicultores do México, UNA, César Quesada Macías, destacou que em 2018 a produção de ovos no México chegará a 2,8 milhões de toneladas, o que representa um crescimento de 3% em relação ao obtido em 2017.

Desta forma, César Quesada Macías indica que o número demonstra a consistência do crescimento anual da indústria de ovos de 1994 a 2018, calculado em 2,9%.

Ao apresentar uma estimativa de produção e consumo de ovos no México, o presidente dos avicultores informou que para o presente ano, o consumo per capita no país será de 22,8 kg., o que mantém o México como o maior consumidor de ovos do mundo.

Para 2018, o consumo per capita de ovos no México é estimado em 22,8 kg., mantendo o país como o maior consumidor de ovos do mundo.

Sobre isso, o empresario explicou que o consumo de ovos no México, historicamente tem se favorecido por diversos fatores, no entanto, o mais relevante é seu preço acessível, comparado com outras fontes de proteína de origem animal.

México estima crecimiento de 3% para la producción de huevo en 2018

Presidente da União Nacional de Avicultores do México, UNA, César Quesada Macías.

Para o presidente da UNA, essa conquista se deve à alta integração, produtividade e competitividade permanentemente demonstrados pela indústria do ovo. Isso vem permitindo aos mexicanos, já por muitos anos, disporem de uma proteína de alta qualidade, que além de tudo é fonte de bem-estar e saúde, a um preço muito acessível, em comparação com outras proteínas de origem animal. Nesse sentido, vale a pena mencionar que os preços pagos ao produtor de ovos no México, em comparação com os registrados no mercado de nossos parceiros comerciais – Estados Unidos de América -, hoje são 30% menores.

A partir da entrada em vigor do Tratado de Livre Comércio da América do Norte em 1994, a produção de ovos no México, quase duplicou seu volume para 2018, passando de 1,4 para 2,8 milhões de toneladas, o que é uma demonstração da grande capacidade da indústria de postura mexicana de fazer frente aos desafios que se apresentam e continuar trabalhando para ser mais eficiente para abastecer o mercado nacional.

Desde que se iniciou o Tratado de Livre Comércio da América do Norte em 1994, a produção de ovos no México quase duplicou seu volume para 2018, passando de 1,4 para 2,8 milhões de toneladas.

Segundo informações da FAO, dentro do setor pecuário mexicano, a contribuição da proteína do ovo para o mercado é de 17%. Além disso, a indústria do ovo no México está localizada principalmente em Jalisco (55%), Puebla (15%), Sonora (8%), La Comarca Lagunera (5%), Yucatán (5%), Nuevo León (3%) e Guanajuato (2%).

“Consciente da importância que tem o ovo na alimentação dos mexicanos, nós, produtores avícolas nacionais, estamos comprometidos com nossos consumidores para continuar oferecendo-lhes alimentos a preços competitivos, nutritivos, frescos e de alta qualidade”.

Diamond V


NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Julho 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies