AUTOR(ES)

Marisa Montes

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

Visitamos a granja durante a engorda do segundo lote, com um total de 72.000 aves que são fornecidas ao Grupo Valouro, de Portugal. Na estrada de Huelva a Badajoz, visitamos a Finca Las Camelias, na zona das Minas de Soloviejo. Neste lugar, uma família de avicultores, com 30 anos de experiência no setor, decidiu investir em eficiência energética confiando seu projeto a Equiporave Ibérica.

PISO RADIANTE

Com o objetivo de reduzir o consumo de energia e fazer uso eficiente da mesma, foi instalado no galpão um sistema de aquecimento de piso por calefação. Para isso, foram instalados tubos de água quente no solo da instalação.

Desta maneira, o calor é dirigido diretamente para a cama dos animais, produzindo uma significativa economia de energia, que normalmente as granjas gastam para oferecer às aves uma temperatura ambiental adequada. Este sistema pode até ser instalado quando a reforma está sendo realizada.

Martin Perez Moreno e Martín Pérez Suárez (pai e filho) são responsáveis pelos aviários de frangos de corte, de 160 x 16 metros.

Devido aos excelentes resultados produtivos que estão obtendo em suas instalações estão muito contentes em haver confiado na Equiporave Ibérica para desenvolver seu projeto.

Cada galpão pode abrigar 46.100 frangos. Além disso, no design de suas instalações, construíram um corredor externo que conecta os dois galpões, beneficiando o nível de biossegurança da granja. Além disso, em um galpão paralelo realizam os procedimentos administrativos da granja.

Para se adaptar às novas regras e garantir um nível de prevenção de riscos de acidentes de trabalho, eles contam com um habitáculo exclusivo para alojar a caldeira.

AVICULTORES NÃO INTEGRADOS

A família Perez não trabalha com nenhuma empresa integradora, mas engorda seus frangos de forma independente e quando as aves alcançam o peso desejado as vendem diretamente para o abatedouro ao preço definido pelo mercado.

Dizem que têm de lidar com as flutuações dos preços da carne de frango – coisa que os avicultores integrados não têm que fazer – mas comentam que no seu caso é rentável.

“Trabalhar sem contrato de integração significa mais risco, porém se o preço está em alta nos abatedouros, obtemos maior margem de lucro”.

Eles comentam que, ao não trabalhar com o sistema de integração, se sentem mais livres para escolher a genética ou o tipo de alimentação utilizados na granja. “Trabalhar fora da integração nos permite tomar todo tipo de decisão na granja e isso nos recompensa”, dizem eles.

MANEJO DAS INSTALAÇÕES EM CLIMA QUENTE

Pai e filho passam muito tempo observando as aves para descobrir o que elas precisam. Para garantir que o ambiente em que se desenvolvem suas aves esteja apropriado, e para que elas atinjam seu máximo potencial produtivo, eles não hesitaram em incorporar o sistema de controle automático oferecido pela Equiporave Ibérica.

Automático, o sistema é muito intuitivo e fácil de usar, assegurando grande comodidade no dia a dia da granja.

No verão, a área atinge temperaturas que podem chegar a 45°C. Portanto, eles têm um sistema de nebulização de 110 bar de alta pressão para promover o resfriamento dos galpões.

O corredor que separa os dois compartimentos paralelos é coberto com uma malha e cobertura equipada com pequenos aspersores, que também ajudam a baixar a temperatura se necessário e ainda impedem que os nebulizadores dentro dos galpões trabalhem muito, posto que se consegue que o ar entre dentro do galpão quente, mas não fervendo.

MANEJO DOS GALPÕES NO INVIERNO

O isolamento do galpão foi especialmente concebido para lidar com o tempo frio. As paredes laterais do galpão descansam em cima de uma parede de concreto, que assegura o isolamento adequado do galpão, tanto em nível térmico como de acesso de insetos.

Além disso, no interior das instalações tem sido utilizado um material galvanizado que facilita a limpeza adequada e a correta desinfecção da mesma, aumentado também sua durabilidade.

Um ponto a se salientar é que o material é aparafusado em vez de soldado, porque desta forma ele se comporta melhor para dilatação.

A junta de dilatação leva por dentro um perfil sanitário que também pode ser destacado, porque é fechado hermeticamente.

Piso radiante

Como sistema de calefação encontramos o piso radiante R.AVI-Conforto® da Equiporave Ibérica, que tem oferecido excelentes resultados no inverno.

O piso radiante fornece bem-estar ambiental a cada animal ao menor custo possível.

Também alcança uma grande uniformidade de distribuição de calor e, portanto, para as aves. Por sua vez, o piso radiante garante bom estado de cama mantendo a qualidade do lote desde o primeiro dia durante a fase de engorda.

VANTAGENS DO PISO RADIANTE

  • Baixo custo de aquecimento (0,02 €/FRANGO/ano) (18 p/ m2)

  • Economia de mais de 50% na cama dos animais

  • Uniformidade em pesos

  • Problemas mínimos ou nenhum ferimento de peito e pododermatite

  • Facilidade de manejo

  • Pré-aquecimento do galpão em menos de 12 horas

  • Melhor relação de conversão

  • Cama seca em todos os momentos

  • Distribuição de calor de maneira uniforme

  • Melhor rendimento de carcaça no abatedouro

  • Capacidade de se conectar a sistemas de aquecimento existentes

  • Possibilidade de utilização da caldeira de biomassa ou de gás

Caldeira de biomasa

A Equiporave Ibérica também utiliza como uma solução para alcançar a eficiência energética caldeiras verticais de alta eficiência como a instalada nesta granja. A empresa realiza um estudo personalizado para incorporar o equipamento certo, dependendo das necessidades exigidas pelo avicultor.

A caldeira fornecida nunca necessita de apoio térmico paralelo e apresenta uma eficiência de 90%, servindo para ambos os galpões. Eles usam lasca de maneira como combustível, já que possuem um negócio de carpintaria, e a matéria-prima está disponível. Ademais, a granja está localizada em uma fazenda de eucaliptos, numa área de 450 hectares.

“Sua economia com o aquecimento tem sido considerável graças ao uso da tecnologia de piso radiante e da caldeira de biomassa”

SATISFEITOS COM EQUIPORAVE IBÉRICA

Martín Pérez e seu filho estão muito satisfeitos com o excelente projeto “chave na mão” fornecido pela Equiporave Ibérica.

 

Além do equipamento de aquecimento e refrigeração, a granja utiliza, para ventilação transversal, ventiladores de alto fluxo EnergyLine, produzidos de acordo com as normas europeias para consumir menos energia, equipamentos que poucas empresas incorporam em seu catálogo. Isto se traduz, naturalmente, numa economia considerável de energia para o produtor.

 

Como são dois galpões paralelos, a Equiporave Ibérica incorporou dois computadores e duas caixas de água. Além disso, a granja conta com alarmes, comedouros Big Star, bebedouros Ziggity MX3 e luzes monocromáticas verdes e azuis que ajudam o frango tanto a encontrar rapidamente a ração como, posteriormente, a tranquiliza-lo para que não gaste tudo o que come.

 

Estes produtores destacam, sobretudo, o piso radiante: “É o melhor que existe, é muito bom para manter a cama seca”, dizem. Também os bebedores “que são muito bons, não desperdiçam água”. Quanto ao computador, afirmam que é fácil de usar. O desenho dos comedouros evita o desperdício de rações, com uma alta densidade por um prato de 130.

O desenho dos comedouros evita o desperdício da ração, com uma alta densidade por prato.

 




MERCADO +

DataProdutoValor
28/10/2021 Congelado +
(kg)
R$ 6,07
28/10/2021 Resfriado +
(kg)
R$ 6,07

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
19 - 23/10/2020 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 95,94
R$ 115,15

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Junho 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


aviagen
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies