05 jan 2022

Lucas Piroca fala dos objetivos do Nucleovet para os próximos anos



AUTOR(ES)

Renata Leite

Atuar para o fortalecimento do Nucleovet (Núcleo Oeste de Médicos Veterinários e Zootecnistas), criar ambientes que estimulem a formação de lideranças, proporcionar capacitações, promover a saúde única, contribuir para a valorização de médicos veterinários e zootecnistas e inovar na realização dos Simpósios Brasil Sul de Avicultura, de Suinocultura e de Bovinocultura de Leite. Esses são alguns dos objetivos da nova diretoria do Nucleovet.

Nesta entrevista, o presidente da gestão 2022/2023, médico veterinário Lucas Piroca, relata algumas das metas da entidade para os próximos anos.

nucleovet

Lucas Piroca, presidente do Nucleovet.

 

O que o motivou a assumir a presidência de uma das entidades mais atuantes de SC?

Dar seguimento ao trabalho que vem sendo realizado na busca de difusão de conhecimento técnico, fortalecimento das classes de médicos veterinários e zootecnistas e na integração entre associados e da entidade com a sociedade. Acredito nas pessoas que estão engajadas para gerar valor através do Nucleovet e por isso tenho a plena certeza que podemos seguir neste movimento positivo de desenvolvimento.

Quais são as metas e os objetivos para esses dois anos de mandato?

Estabelecer um ambiente que estimule e proporcione oportunidades para formação de lideranças dentre os associados; prosseguir com ações que permitam a contemplação do plano estratégico já estabelecido respeitando os princípios da entidade; manter o Nucleovet próximo aos associados e vice-versa, como também próximo e conectado à sociedade e entidades com as quais se relaciona; e promover melhorias contínuas com foco na sustentabilidade a médio e longo prazo do Nucleovet.

 

Na sua avaliação, quais as principais aspirações da classe de médicos veterinários e zootecnistas?

A principal, creio eu, é seguir contribuindo para a criação de um mundo melhor! Muito já é realizado para tal e quanto mais todos souberem o que é e como é feito, maior será a valorização de ambas as classes, o que permite o cumprimento das respectivas responsabilidades e a realização de cada vez mais ações.

Seja no

  • âmbito da produção de alimentos,
  • nos cuidados com os animais ou
  • em qualquer uma das inúmeras áreas de atuação, temos essas duas classes unidas no propósito de promover a saúde única (integração entre saúde humana, dos animais e meio ambiente), cada qual com sua expertise.

Cada profissional carrega suas próprias aspirações e muitas dessas são compartilhadas. Por isso estamos unidos como Nucleovet, para assim potencializar forças e podermos juntos transformar sonhos em realidade!

 

Como os profissionais vinculados ao Nucleovet podem atuar junto à entidade em busca de conhecimentos, tecnologias e inovações?

O intuito é cada vez mais podermos promover momentos de capacitação, como também de encontros e troca de experiências. Os mesmos podem acontecer internamente, mas no geral são realizados encontros com acesso para público externo, como é o caso dos Simpósios Brasil Sul de Avicultura, de Suinocultura e de Bovinocultura de Leite.

Esses três eventos são tradicionais encontros do setor produtivo e momentos ímpar para atualização e contato com o que há de mais novo nos âmbitos de conhecimento e ferramentas técnicas e tecnológicas. A oportunidade de um olhar conjunto do presente no futuro!

Os Simpósios de Avicultura, Suinocultura e Bovinocultura de Leite serão promovidos no formato híbrido em 2022? Quais as novidades para os eventos?

Sim, teremos o melhor dos mundos na junção de evento presencial, o qual permite o contato frente a frente dos participantes, com a praticidade de participação on-line.

O evento híbrido propiciará o maior alcance do conhecimento compartilhado e difundido nos Simpósios Brasil Sul. Profissionais que por algum motivo não poderiam se juntar fisicamente ao evento, poderão acessar o mesmo remotamente com a máxima qualidade que a tecnologia nos permite.

Os que puderem se fazer presentes validarão o sucesso e qualidade técnica prática que são nossa marca registrada, com o tradicional calor humano. A tradução das palestras da programação científica, juntamente as melhorias nas plataformas digitais, como site e aplicativo, propiciarão uma experiência valorosa a todos os participantes!

 

 

Em 2021 o Nucleovet completou 50 anos. Como você visualiza os próximos 50 anos da entidade?

Sou otimista em relação ao futuro do Nucleovet, pois temos pessoas realmente comprometidas com a entidade, seus valores e princípios.

O trabalho é seguir honrando sua história e de todos os profissionais que contribuíram para chegarmos onde estamos. Devemos seguir em movimento, nos adequando às demandas futuras e oferecendo o máximo valor e as melhores experiências a todos com os quais nos relacionamos. Logicamente isso não é fácil, especialmente a longo prazo, mas como médicos veterinários e zootecnistas, por natureza somos obstinados em fazer acontecer e assim será.

 

Que mensagem você deixa para os associados e parceiros do Nucleovet?

As empresas e instituições são constituídas por pessoas e são elas que fazem a diferença! Acredito que devemos primar pelo bem comum e como associados e parceiros nos cabe olhar e trabalhar para a perpetuação da geração de valor por meio do Nucleovet. Tem uma frase que diz que sozinhos vamos mais rápido e juntos vamos mais longe. Com ela em mente peço a ajuda de todos na construção do presente e do futuro dessa bela entidade que carinhosamente chamo de nossa!

Fonte: Assessoria de Imprensa

 




MERCADO +

Data Produto Valor
14/01/2022 Congelado +
(kg)
R$ 6,06
14/01/2022 Resfriado +
(kg)
R$ 5,90

* ORIGEM BASTOS (SP)
Data Produto Valor
14/01/2022 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 109,45
R$ 117,77

* ORIGEM BASTOS (SP)

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Outubro de 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies