20 fev 2019

Japão e Arábia Saudita: maiores quedas na importação do frango brasileiro

Precios de la carne de pollo y de los cortes están en caída en Brasil santa catarina


AUTOR(ES)

Priscila Beck

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

Segundo a Secex (Secretaria de Comércio Exterior), ligada ao MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), Japão e Arábia Saudita foram os países que mais reduziram as importações de carne de frango do Brasil no último mês de janeiro. Comparado ao mês de dezembro de 2018, o Japão importou 27,3 mil toneladas, ou seja, 28% menos carne de frango brasileira, enquanto a Arábia Saudita, maior país comprador do produto brasileiro, importou 38,8 mil toneladas, o que representa uma redução de 27%.

A China e os Emirados Árabes Unidos também compraram quantidades menores do Brasil, segundo dados da SECEX: 9% e 5%. No mês de janeiro, o Brasil embarcou 267,1 mil toneladas de frango, 20% a menos que em dezembro.

Com isso, a oferta de carne de frango no mercado brasileiro aumentou no mês de janeiro, pressionando as cotações. Já na primeira quinzena deste mês de fevereiro, segundo dados do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada – Esalq/USP), as cotações da carne de frango e do frango vivo aumentaram em quase todas as regiões pesquisadas, favorecidas pela maior demanda comum para esse período do mês.

Entre 31 de janeiro e 15 de fevereiro, as cotações de frango congelado e resfriado aumentaram 4,8% e 7%, respectivamente, no mercado atacadista da Grande São Paulo, para R$ 4,33 e R$ 4,37 em 15 de fevereiro.

Frango Vivo

Ainda segundo o Cepea, o poder de compra dos produtores de frango frente ao milho vem diminuindo há quatro meses, devido à queda nos preços do frango vivo e ao aumento do preço do milho. Quanto ao farelo de soja, os preços vêm caindo neste mês de fevereiro, favorecendo o poder de compra dos produtores e, portanto, interrompendo a tendência de queda observada desde outubro do ano passado.

Entre 1º e 15 de fevereiro, as cotações de frango vivo tiveram média de R$ 2,79 por quilo na Grande São Paulo, o que representa uma queda de 2,1% em relação à primeira quinzena de janeiro, quando o valor era de R$ 2,85 por quilo. Porém, comparado ao mesmo período no ano passado, em termos nominais o valor é 25,1% maior.

Esse conteúdo foi útil para você? Cadastre-se para receber nossa newsletter semanal!

Com informações do Cepea

Diamond V


NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Abril 2021

ARTIGOS DA REVISTA

img13

Por Felipe Lino Kroetz Neto

View more


 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies