27 out 2020

Influenza Aviária atinge lote de 280 mil aves na Rússia

Rússia


AUTOR(ES)

Priscila Beck

Diamond V

Mais de 14 mil aves morreram em decorrência da Influenza Aviária Altamente Patógena na região Norte da Rússia, em Kostromskaya Oblast. A informação consta de informe emitido pela OIE (Organização Mundial de Saúde Animal) nesta terça-feira (27/10).

Segundo o documento, no dia 10 de outubro foi registrada a morte de 14.041 indivíduos de um plantel de 282.957 aves de produção. O contágio pela cepa H5N8 do vírus da Influenza Aviária Altamente Patógena foi confirmado no dia 12 de outubro, via teste de PCR no laboratório veterinário de Kostromskaya.

Influenza Aviária H5N8 Rússia

Em 14 de outubro novo teste de RT-PCR foi realizado em laboratório de referência da OIE, no Instituto Federal de Pesquisa para Saúde Animal (FGBI-ARRIAH). Os resultados voltaram a confirmar o contágio pela cepa H5N8 do vírus da Influenza Aviária Altamente Patógena.

Uma terceira checagem, desta vez por sequenciamento viral foi realizada em 23 de outubro no laboratório do FGBI-ARRIAH, sendo que o resultado ainda está pendente. O abate sanitário é apontado na notificação da OIE como uma das medidas que ainda deverão ser adotadas.

Por hora, o documento aponta que foram aplicadas:

  • Restrição de deslocamentos de aves no interior do país;
  • Vigilância fora da área de contenção, ou proteção;
  • Vigilância dentro da área de contenção, ou proteção;
  • Rastreabilidade;
  • Quarentena;
  • Destruição oficial dos produtos de origem animal;
  • Eliminação oficial de carcaças, subprodutos e dejetos de origem animal;
  • Controle da fauna silvestre reservatório de agentes patógenos;
  • Zoneamento;
  • Desinfecção;
  • Vacinação autorizada (se existir vacina);
  • Nenhum tratamento dos animais afetados.

Segundo o informe da OIE, o último registro de aparição da doença na referida região da Rússia ocorreu em 12 de novembro de 2018. De maior produtor mundial de carne de frango em 2001, a Rússia avançou para a autossuficiência e hoje exporta o produto.

Levantamento do USDA (Departamento de Agricultura dos EUA), aponta que em 2020 a Rússia deve produzir pouco mais de 4,7 milhões de toneladas de carne de frango. Só no primeiro semestre de 2020 a Rússia já exportou quase 60% mais que no mesmo período de 2019, chegando às 111.439 toneladas.

Fonte: OIE e USDA



NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Abril 2021

ARTIGOS DA REVISTA

img13

Por Felipe Lino Kroetz Neto

View more


 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies