17 jul 2017

A importância da imunidade materna contra Reovirose Aviária

Reovirose Aviária


AUTOR(ES)

Rafael Fernandez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

O termo REOvírus deriva do fato de que estes agentes virais foram isolados nas vias Respiratórias, Entéricas, Orphan (órfão por sua sigla em inglês) em humanos e inicialmente não eram associados com condições patógenas.

A definição da Reovirose Aviária (RA) é utilizada para diferenciá-la dos agentes reportados em mamíferos. Os Reovírus Aviários são agentes onipresentes na avicultura comercial moderna, alguns deles tornando-se patógenos quando associados a condições respiratórias, digestivas, tenossinovite, artrite, nanismo. No entanto há que se considerar que algumas cepas são isoladas frequentemente em aves comerciais e perus sãos.

Frequentemente a Reovirose Aviária ocorre associada com outras condições de origem infecciosa imunosupressoras, respiratórias e digestivas.

A aparição clínica da enfermidade depende da idade das aves, status sanitário, patotipo viral presente e a rota de exposição.

Os Reovírus são reportados em todas as regiões avícolas do mundo.

reovirus sindrome de enanismo

Aves de corte aparentando a Síndrome do Nanismo

reovirus enanismo en aves adultas

Síndrome do Nanismo. Observa-se plumas de aves adultas na cama

 

reovirus desprendimiento intestinal

Desprendimento da mucosa intestinal em frangos de corte ocasionado por várias condições, entre elas os Reovírus Aviário

Imunidade

Nos frangos de corte a Imunidade Materna é primordial. Um nível de anticorpos alto e uniforme é necessário para garantir proteção desde o primeiro dia de idade contra as exposições naturais que ocorrem no campo. Um efetivo calendário de vacinação inclui vacinas de Vírus Vivo e inativadas com massa antigênica, que possua a fração do Reovírus nas aves reprodutoras, capaz de induzir imunidade precoce na progênie.

Alguns autores consideram que as cepas de Reovírus compartilham antígenos e, portanto, a inclusão de várias cepas com a finalidade alcançar melhor proteção nas vacinas inativadas não é necessário; por esta razão a maioria das vacinas inativadas possuem em sua composição as cepas 1133 e 2408.

O que é muito determinante é a concentração do antígeno e o grau de imunidade capaz de gerar nos pintinhos de 1 dia de idade.

O acompanhamento sistemático dos níveis de anticorpos comparado com os estabelecidos na linha base contra a Reovirose Aviária e o comportamento clínico e zootécnico dos planteis de corte é muito recomendável para estabelecer uma avaliação permanente.

As infecções por Reovírus e sua interação com outros agentes com tropismo similar continua sendo uma grande preocupação para a avicultura comercial moderna. A associação com outros vírus imunosupressores como os vírus da Doença de Gumboro, Marek e Anemia Infecciosa Aviária, as práticas de biosseguridade deficientes e o descanso e desinfecção inadequados dos galpões; são capazes de comprometer significativamente os resultados zootécnicos e econômicos dos planteis afetados. Em geral, na avicultura atual não ocorre uma condição clínica atuando por si só; existem outros agentes e más práticas que favorecem sua aparição.

Portanto, se faz necessário o estabelecimento das medidas preventivas mais adequadas a fim de evitar perdas indesejáveis: programas de vacinação e vacinas adequadas, monitoramento serológico nas aves reprodutoras e em sua progênie através do estabelecimento de um programa de monitoramento. Isto deve resultar em uma melhor saúde das aves que se traduz em um melhor rendimento econômico.

Para conhecer mais sobre os produtos da Boehringer Ingelheim, clique aqui




MERCADO +

DataProdutoValor
07/08/2020 Congelado +
(kg)
R$ 4,94
07/08/2020 Resfriado +
(kg)
R$ 4,94

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
27 - 31/07/2020 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 83,91
R$ 104,32

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Junho 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


aviagen
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies