09 nov 2017

Honduras: Bloqueio aplicado à carne de frango pela Guatemala

Honduras: Bloqueo aplicado a carne de pollo hondureña por Guatemala


AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

De acordo com a Secretaria de Agricultura e Pecuária (SAG) de Honduras, o bloqueio aplicado à carne de frango hondurenha pelas autoridades de regulação sanitária da Guatemala é um assunto que envolve um alto grau de arbitrariedade.

“O bloqueio posto pelas autoridades de regulação sanitária da Guatemala à carne de frango hondurenha será exposto ante o Conselho de Ministros de Integração Econômica (COMIECO)”, informa o titular da Secretaria de Agricultura e Pecuária (SAG), Jacobo Paz Bodden.

“É um assunto que envolve um alto grau de arbitrariedade por parte das autoridades da Guatemala. Nós temos um status sanitário diferenciado, não deveria haver problema com a entrada deste produto no país vizinho. Vamos levar isto a outra instância porque já não o podemos resolver com a Secretaria de Agricultura da Guatemala. Apresentaremos o problema ante o COMIECO”, acrescentou.

A Secretaria de Agricultura e Pecuária (SAG) de Honduras informa que o país tem um status sanitário diferenciado e, por isso, não deveria haver problema com a entrada de carne de frango na Guatemala.

Controvérsia entre Honduras e Guatemala
A proibição da Guatemala à entrada da carne de frango hondurenha ocorreu logo que Honduras proibiu a entrada da carne suína guatemalteca. A Associação de Suinocultores da Guatemala (APOGUA) fez um alerta sobre um possível surto de peste suína clássica no produto.

O diretor do Serviço Nacional de Saúde e Segurança Agroalimentar (SENASA) de Honduras, Ricardo Paz Mejía, explicou que as autoridades sanitárias nacionais solicitaram à da Guatemala enviar a documentação e análise de laboratório que demonstrem irregularidades em seu produto, como agiu Honduras em relação à denúncia dos suinocultores ante o possível surto.

“Honduras já completou a informação solicitada pela Guatemala para esclarecer a situação e estamos à espera da resposta para desmentir a informação que lhes chegou”, explica Ricardo Paz.

Além disso, Ricardo Paz enfatizou que, por sua vez, na carne suína, Honduras não recebeu a documentação ou evidência científica que desfaça a informação que a entidade da Guatemala entregou – La Prensa.

O mercado centro-americano é um dos mais representativos nas exportações hondurenhas, somando US$895,6 milhões no fim de 2016. As importações totalizaram US$1.745,1 milhões, resultando numa balança comercial de US$849,5 milhões.

De acordo com o representante da Secretaria de Agricultura e Peuária (SAG), Jacobo Paz, ainda não se quantificou as perdas. A maior parte da produção de carne de frango é consumida em nível nacional. No entanto, ele apontou que esta situação deve criar um precedente, já que se um mercado é aberto, não se pode criar barreiras não tarifárias que não contribuem para o comércio regional.



NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Abril 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies