Marfrig- adquiere-más-del-24%-de-BRF–Brasil


AUTOR(ES)

Priscila Beck

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

O início de negociações para possível fusão entre BRF e  Marfrig foi divulgado na noite desta quinta-feira (30/5), em comunicado de fato relevante das duas empresas. A iniciativa foi aprovada no mesmo dia pelos Conselhos de Administração das respectivas companhias, que estabeleceram regras e condições de acesso a informações, que permitam que as empresas aprofundem a análise da possível fusão.

As perspectivas, são de que a nova empresa tenha 84,98% da participação dos acionistas de BRF e 15,02% dos acionistas de Marfrig. Somadas, as receitas da BRF S.A e da Mafrig podem chegar a R$80 bilhões.

Um “Memorando de Entendimentos” será assinado entre as duas empresas, prevendo período de exclusividade de 90 dias, prorrogáveis por mais 30, durante o qual nenhuma das partes poderá iniciar negociações com terceiros. “No âmbito dessa análise, a Companhia (BRF) e Marfrig deverão avaliar, junto aos seus respectivos assessores financeiros, legais, contábeis e outros, os efetivos benefícios econômicos que possam advir de eventual Transação, e, ainda, a estrutura societária mais eficiente a ser adotada“, informa nota divulgada pela BRF.

O foco no mercado Halal citado essa semana pelo atual Presidente Executivo da BRF, Pedro Parente, em entrevista ao jornal O Estado de SP, volta a ser destacado no anúncio da possível fusão. “A Companhia (BRF) acredita que a Transação, se implementada, reforçará o compromisso com a redução de alavancagem financeira e adequação da estrutura de capital, o foco no Brasil e Mercado Halal, a inovação, a expansão da base de produtos e em demais mercados internacionais, e a estabilidade do modelo de gestão“, destaca.

A expectativa das duas companhias com a possível fusão é tornar a nova empresa líder nos mercados em que deverá atuar. “A Companhia (BRF) também espera que a Transação reduza a exposição aos riscos setoriais e gere sinergias, em virtude do equilíbrio e complementariedade de produtos, serviços e diversificação geográfica com relevância no Brasil, Estados Unidos, América Latina, Oriente Médio e Ásia“, informa a nota BRF.

Em junho de 2013, a Marfrig vendeu a Seara, produtora de carne de frango no Brasil, à JBS, e em agosto de 2018 passou a Keystone, nos EUA, à Tysson Foods. Com isso, a empresa vem atuando apenas no mercado da carne bovina.

Já a força das operações da BRF S.A, que é fruto da fusão entre Sadia e Perdigão, está nos mercados das carnes de aves e suína.

Diamond V


NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Abril 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies