27 abr 2020

Quase 13 mil frangos morrem por Doença de Newscastle na Macedônia do Norte

doença de newcastle


AUTOR(ES)

Priscila Beck

Diamond V

A Doença de Newscastle levou à morte, 12931 frangos de corte (vacinados contra a doença) num assentamento localizado no município de Gazi Baba, na Macedônia do Norte. Segundo o informe emitido no dia 23/4 pela OIE (Organização Mundial de Saúde Animal), devido à vacinação, a suspeita inicial era de contaminação por Mycoplasma.

Após a negativação dos exames para Mycoplasma, em 8/4, resultados de novos exames determinaram a presença da Doença de Newscastle. As amostras foram enviadas ao Laboratório de referência da União Europeia, que confirmou os resultados no dia 22 de abril.

doença de newcastle

Em 13/4, durante a investigação sobre o caso, foi confirmado que um empregado da granja estava criando 27 aves de produção em um quintal. Do total de animais, que apresentavam sinais clínicos e alta mortalidade (20 animais), 25 tiveram resultados laboratoriais positivos para a Doença de Newscastle.

As 12931 aves que morreram inicialmente devido à Doença de Newscastle, representavam 87,18% do lote de 14.831 frangos de corte. As outras 1900 aves foram submetidas ao abate sanitário.

Entre as medidas adotadas pelas autoridades sanitárias locais estão:

  • Restrição de movimentos de aves no interior do país
  • Vigilância fora da área de contenção, ou de proteção
  • Vigilância dentro da área de contenção, ou área de proteção
  • Triagem
  • Rastreabilidade
  • Destruição oficial dos produtos de origem animal
  • Eliminação oficial de carcaças, subprodutos e dejetos de origem animal
  • Abate sanitário
  • Desinfecção
  • Vacinação autorizada
  • Nenhum tratamento dos animais afetados

Etiologia

A Doença de Newscastle é causada por um vírus da família Paramyxoviridae, subfamília Paramyxovirinae [Brown et al., 1999] e gênero Avulavirus [16], classificado como paramixovirus aviário 1 (APMV- 1, Avian Paramyxovirus 1 – paramixovirus aviário 1). APMV-1 é a única etiologia da doença de Newcastle.

Há no total nove sorotipos descritos de Paramyxovirus aviários, designados APMV-1 a APMV-9. Ocasionalmente, patologias em aves domésticas foram também descritas com estirpes de vírus dos sorotipos APMV-2, APMV- 3, APMV-6, e APMV-7. Entretanto, APMV-1 é o de maior importância e ocorrência [11].

Saiba mais sobre a Doença de Newcastle clicando aqui.



NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Abril 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies