09 abr 2019

Estabelecimento e implementação de um programa efetivo de Biossegurança

Programa Efetivo de Biossegurança


AUTOR(ES)

A. Gregorio Rosales

Diamond V

A demanda de produtos avícolas e exigências crescentes por parte dos consumidores e organismos reguladores, unidas à ameaça iminente de doenças como a gripe aviária, requerem que as empresas avícolas invistam no estabelecimento e implementação de um programa efetivo de biossegurança.

A demanda por produtos avícolas continua crescendo mundialmente devido a sua popularidade,  conveniência, valor nutritivo e preço razoável. De fato, o ovo de mesa e a carne de frango são produtos da cesta básica de alimentos em muitos países do mundo.

Ao mesmo tempo, a avicultura entrou em uma nova era em que enfrenta novos desafios estabelecidos por novas tendências comerciais, preferências dos consumidores, exigências regulatórias e a premente necessidade de melhorar a prevenção de doenças.

Igualmente, a pressão para eliminar e/ou reduzir o uso de antibióticos e proteger o bem-estar animal estão e continuarão induzindo melhorias gradativas nos maiores sistemas de produção em todo o mundo. Diante da ameaça de múltiplas doenças que podem ter um impacto econômico severo, os empresários e profissionais da indústria
avícola estão obrigados a
dar prioridade à concepção e execução de programas de  biossegurança que lhes permitirão garantir a rentabilidade e o futuro de suas empresas.

As análises de mercado recentes, inclusive nos países que sofreram surtos recentes de gripe aviária altamente patogênica, indicam que a demanda por produtos avícolas permanece sólida, rentável e que continua crescendo paralelamente com a população e seu poder de compra.

A pergunta então é se estes produtos serão produzidos por empresas nacionais, ou se as necessidades dos consumidores serão satisfeitas mediante a importação de produtos importados de países livres de Influenza Aviária e indústrias com melhores padrões de biossegurança.

Este trabalho é um resumo de conceitos e estratégias que servem para estabelecer e implementar um programa efetivo de biossegurança. Este resumo tem como objetivo apresentar uma perspectiva para desenvolver e manter uma cultura sólida e efetiva de biossegurança que ajudará a garantir a produtividade, competitividade e sustentabilidade das empresas produtoras de hoje e do futuro.

A biossegurança é um investimento

A biossegurança se define como o conjunto de normas e práticas de produção desenhadas para prevenir a entrada e disseminação de agentes patogênicos. Esta é a primeira barreira e a defesa mais importante contra as doenças aviárias. A biossegurança é um investimento que serve como cimento para que os produtores consigam preservar a saúde e o bem-estar das aves e obter os melhores resultados zootécnicos e rendimentos econômicos possíveis.

programa efetivo de biossegurança

A biossegurança é um investimento para alcançar objetivos. Como será descrito neste trabalho, o estabelecimento e a implementação de um programa de biossegurança requer investimento tanto em recursos físicos como humanos. Compreensivelmente, este investimento se justifica pelo grau de risco presente e o retorno de capital esperado sob diversas condições de campo.

Está gostando desse conteúdo? Cadastre-se para receber nossa newsletter semanal!

Em termos gerais, um programa sólido e efetivo tem os seguintes benefícios:

programa efetivo de biossegurançaGarantir a produtividade (conseguir objetivos zootécnicos e econômicos)

programa efetivo de biossegurançaCumprir com projeções para a venda e distribuição de produtos, evitando falhas no fornecimento de produtos e perdas de mercados

programa efetivo de biossegurançaCumprir com normas de controle e qualidade

programa efetivo de biossegurançaSatisfazer os requisitos de clientes domésticos e/ou de exportação

programa efetivo de biossegurançaEvitar perdas devido a doenças, eliminação prematura de lotes, quarentenas e períodos prolongados de descanso sanitário

programa efetivo de biossegurançaReduzir custos ao evitar ou reduzir o uso de tratamentos. É complicado estabelecer o custo-benefício específico de cada medida conceitual, estrutural ou operacional de biossegurança sob diversas condições de produção e desafios de campo.

Programa Efetivo de Biossegurança

Indiscutivelmente a avicultura comercial é uma indústria que continua evoluindo mediante a incorporação de tecnologia cada vez mais avançada nas áreas de manejo, nutrição e alojamento; no entanto, proteger a saúde das aves, ou prevenir as doenças é prioritário para alcançar os benefícios esperados.

Consequentemente, a biossegurança não é puramente uma área técnica, mas sim é um dos pilares de todo o sistema de produção para conseguir o máximo retorno dos investimentos que tenham sido feitos nas outras áreas.

Níveis do programa

É sumamente importante que todos os membros da empresa entendam que o programa de biossegurança é essencial para alcançar os objetivos de produção, atender os requisitos de mercado e garantir a estabilidade de seu emprego, recurso econômico e possibilidade de progresso. Portanto, o sucesso do programa depende em grande parte da educação e treinamento de todos os níveis de pessoal e a adoção das medidas de biossegurança como uma responsabilidade de todos.

Programa efetivo de biossegurança

O PROGRAMA DE BIOSSEGURANÇA TEM 4 NÍVEIS:

Programa Efetivo de Biossegurança
Programa Efetivo de Biossegurança

Figura 3. Fatores de risco potencial para a introdução de doenças

A identifcação dos fatores de risco que podem resultar na introdução de doenças é um dos passos iniciais para conceber e estabelecer um programa de biossegurança para cada empresa e/ou granja específica.

Igualmente, é indispensável estabelecer e implementar procedimentos de isolamento – evitar contatos com outros lotes -, limpeza e desinfecção – veículos, equipamento, ferramentas de trabalho-, e controle de trânsito à granja – pessoas e veículos.

Programa Efetivo de BiosseguridadeNa produção avícola, como nas muitas outras indústrias, é cada vez mais comum o uso de análises de riscos que permitem avaliar processos e identificar as virtudes e debilidades dos mesmos. A análise de riscos é um método sumamente útil para avaliar periodicamente um programa de biossegurança e identificar oportunidades para seu melhoramento.

Seguindo esta metodologia, uma vez que um fator de risco (não destacado anteriormente e/ou emergente) é identificado, seu potencial pode ser analisado e seguido pelo planejamento e execução de novas medidas ou modificações focadas em eliminar ou minimizar seu impacto. Idealmente, a efetividade destas ações também deve ser avaliada.

Programa efetivo de biossegurança

Em 2017, o Programa de Melhoramento Avícola (“NPIP”) do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (“USDA”) estabeleceu, como parte de seus padrões oficiais, uma lista de princípios básicos que serve como um modelo dos elementos mínimos requeridos para estabelecer um programa de biossegurança (wwwpoultryimprovement.org ). Estes princípios são os seguintes:

1. Pessoa(s) responsável(is)
2. Treinamento
3. Linha de separação
4. Área perimetral neutra
5. Manejo de pessoal
6. Controle de aves silvestres, roedores e insetos
7. Manejo de equipamento e veículos
8. Eliminação da mortalidade
9. Manejo de cama e esterco
10. Saúde das aves de substituição
11. Estado da água de bebida
12. Manejo de alimento e cama nova
13. Relatórios de morbidade e mortalidade
14. Auditorias do programa (internas e oficiais)

Implementação e desenvolvimento da cultura de biossegurança

As normas e práticas de biossegurança  podem ser percebidas em muitas ocasiões como “custosas, inconvenientes ou dogmáticas”. Estas percepções dificultam o desenvolvimento de uma cultura e interferem na aceitação e implementação de um programa. Esta barreira cultural somente pode ser dissipada mediante educação/
treinamento e estabelecimento de objetivos comuns.

Programa Efetivo de BiosseguridadeA implementação do programa de biossegurança é um compromisso que deve ser comunicado, entendido, aceito, apoiado e executado por todos e cada um dos membros da empresa. A biossegurança deve se transformar na filosofa que guie todas as decisões e operações cotidianas de uma empresa. Conseguir isto também requer liderança, trabalho em equipe e comunicação.

O mecanismo para criar e manter a cultura de biossegurança é mediante um programa obrigatório de educação e treinamento anual para todos os empregados.

Por outro lado, uma vez que se desenvolveu um programa e que se investiu em infraestrutura e recursos humanos, não deve assumir que todos os empregados cumprem com os requisitos e procedimentos estabelecidos todos os dias e/ou sem erros.

Programa Efetivo de BiossegurançaExperiências publicadas, bem como observações reportadas pelo autor em colaboração com outros especialistas, demostram que a implementação das práticas de biossegurança pode fracassar por falta de treinamento, conscientização do pessoal de uma empresa e recursos. De pouco serve um programa puramente teórico de biossegurança, quando não há suficiente roupa e calçados limpos na granja, se o desenho dos módulos de biossegurança e banheiros de entrada é deficiente, se não se conta com sabão e água quente, se a pressão da água à entrada é insuficiente etc.

Para garantir o sucesso do programa deve-se contar com um sistema de auditoria interna, que sirva para avaliar rotineiramente a implementação das normas e práticas
estabelecidas e detectar falhas, tanto estruturais, quanto operacionais, a fim de tomar medidas corretivas de forma imediata.
Auditorias periódicas por pessoal externo especializado em biossegurança podem ajudar também a identificar áreas de melhoramento e contribuir à educação do pessoal de uma empresa.

A execução do programa nunca dever apoiada apenas por ações punitivas. Novamente, a cultura e implementação adequadas do programa são garantidas com educação, comunicação e estabelecimento de um sistema de incentivos, ou reconhecimento (tanto para empregados, como para produtores) por dedicação ao cumprimento do programa, ou por contribuições para o melhoramento do mesmo.

O papel dos laboratórios de diagnóstico

À medida em que a produção avícola avança tecnologicamente, depende cada vez mais do serviço e informação gerados pelos laboratórios de diagnóstico. Estes laboratórios realizam testes de monitoramento rotineiro para determinar o estado de saúde dos lotes, avaliar níveis de imunidade e verificar a efetividade dos programas de biossegurança e vacinação – processo conhecido como monitoramento ativo.

Também, e cada vez com maior frequência, os laboratórios podem realizar testes para detectar precocemente a introdução de certas doenças.

Programa Efetivo de BiossegurançaIsto se consegue a partir de amostras colhidas por pessoal de produção, ou veterinários, seguindo o aparecimento de sinais clínicos –aumentos de mortalidade e baixas de produção– e/ou presença de lesões específicas –processo de monitoramento passivo.

Programa Efetivo de BiossegurançaEsta tarefa é de vital importância, já que permite ao pessoal de uma empresa tomar medidas de contingência e evitar a transmissão de uma doença a outras granjas na área, ou sistema de produção.

Programa Efetivo de Biossegurança

Outras tarefas realizadas pelos laboratórios incluem testes de controle de qualidade em produtos de consumo, que em conjunto com os métodos de monitoramento de saúde, geram informação que permite detectar desafios, falhas no cumprimento de procedimentos de biossegurança ou normas sanitárias e dão vez a planejamento e execução de medidas corretivas.

Conclusões

A demanda de produtos avícolas e exigências crescentes por parte dos consumidores e organismos reguladores, unidas à ameaça iminente de doenças como a gripe aviária, requerem que as empresas avícolas invistam no estabelecimento e implementação de um programa efetivo de biossegurança.

A biossegurança é fundamental para manter a saúde dos lotes, alcançar os objetivos de produção esperados e garantir a rentabilidade e sustentabilidade das empresas do presente e do futuro.

O sucesso do programa depende da medida com que este faça parte da cultura da empresa e do treinamento contínuo do pessoal da mesma.

Programa Efetivo de Biossegurança

Para garantir a efetividade do programa, o mesmo deve estar sujeito a auditorias contínuas com o propósito de identificar falhas de implementação, deficiências de recursos ou treinamento e tomar ações corretivas de forma imediata. Este deve ser um processo voltado a encontrar oportunidades de melhorias constantes.

Programa Efetivo de Biossegurança

Tabela 1. Adaptada de J. P. Vaillancourt. The Cost-Beneft of Biosecurity. Canadian Poultry Magazine (Abril 2001). *Esta é uma comparação relativa de custos

Programa Efetivo de BiossegurançaComo uma parte dos processos na produção avícola de hoje, os laboratórios de diagnóstico têm um papel importante, realizando exames para determinar o estado de saúde e níveis de imunidade das aves, além do cumprimento das normas de qualidade. Estas análises também servem para avaliar a efetividade do programa de biossegurança e ajudam na tomada de decisões para manter a saúde e prevenir a introdução de enfermidades.

Finalmente, e diante os desafios atuais e futuros, a avicultura comercial está e continuará evoluindo e conseguindo melhorias contínuas em seus sistemas de produção. Os produtores avícolas deixaram de ser “negócios de frangos e ovos” para se transformar em indústrias modernas produtoras de alimentos saudáveis, nutritivos, confiáveis e econômicos para a população do mundo.

Agradecimento a Amevea Colômbia por autorizar a publicação desta memória do IVX Seminário Internacional de Patologia e Manejo Aviário de Athens. EUA, 2018




MERCADO +

DataProdutoValor
31/07/2020 Congelado +
(kg)
R$ 4,87
31/07/2020 Resfriado +
(kg)
R$ 4,86

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
20 - 24/07/2020 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 85,11
R$ 105,66

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Junho 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


aviagen
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies