20 ago 2019

Produtores do ES reivindicam agenda permanente com o Estado

aves ases ES Espírito Santo


AUTOR(ES)

Priscila Beck

Diamond V

Os produtores avícolas e suinícolas do estado do Espírito Santo (ES) estão reivindicando uma agenda permanente de discussão das demandas do setor com representantes de instâncias do Governo do Estado. A informação foi divulgada essa semana pela AVES (Associação dos Avicultores do ES) e ASES (Associação dos Suinocultores do ES), entidades que congregam os produtores do setor no estado.

No dia 15/8, em reunião com o presidente do IDAF (Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo), Mário Louzada, o diretor executivo da AVES e ASES, Nélio Hand, solicitou que os encontros sejam realizados com representantes do Instituto, da Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca e outras instâncias do governo estadual.

aves ases es espírito santo

Da esquerda para a direita: deputado Adilson Espindula, Mário Louzada (IDAF) e Nélio Hand (Aves – Ases)

O encontro foi intermediado pelo deputado estadual, Adilson Espindula (PTB), autor da proposta de criação da Frente Parlamentar em Defesa e Fomentação da Avicultura e Suinocultura na Assembleia Legislativa do ES. Segundo Hand, a agenda permanente viabilizaria o encaminhamento de demandas prioritárias do setor como:

  • insuficiência de técnicos para o atendimento ao setor em várias frentes existentes;
  • ações para melhoria do status sanitário do Estado;
  • estabelecimentos no Sisbi-POA (Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal);
  • andamento do registro de estabelecimentos avícolas, entre outros assuntos.

Segundo nota da AVES e ASES, nos próximos dias já será solicitada a primeira reunião de alinhamento com o Secretário de Estado da Agricultura, Paulo Foletto, para definir prioridades e periodicidade de reuniões. 

Segundo dados do Censo Agropecuário 2017, divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o ano de 2017, comparado ao de 2006, apresentou um crescimento de 115% na produção de galinhas e 174% na de ovos. Números bem acima da média no país e demais estados produtores.

Entre 2017/2018 a suinocultura teve um faturamento médio de R$ 161,478 milhões. O setor empregou diretamente 4,5 mil pessoas e, indiretamente, 15 mil. A produção média mensal é de 23.239 suínos. O município de Cachoeiro de Itapemirim tem atualmente a maior produção, sendo de 36,18%.

Com informações da Assessoria de Imprensa da AVES-ASES

Diamond V


NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Julho 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies