AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

Após três meses da paralisação dos centros de produção venezuelanos da Protinal C.A. , aproximadamente nove mil toneladas de frango deixaram de ser colocadas no mercado. O fato se deve à falta de insumos vitais para a alimentação das aves, já que somente o Poder Executivo pode importá-los.

Na Venezuela existe uma monopolização do Estado e, portanto, o controle total da compra de insumos no exterior pelo Poder Executivo. Ao não adquiri-los, os resultados são óbvios: prateleiras com falta de produtos avícolas como frango e ovos para o consumo.

Desde o final de 2015, a compra de milho amarelo, sorgo e microingredientes necessários para a fabricação de alimentos balanceados para o crescimento e engorda de aves, esteve a cargo da Corporação de Serviços Agroalimentares (CASA) até sua liquidação. Atualmente, a aquisição dos insumos para a indústria avícola está sujeita à Corporação Única de Serviços, Produtos Alimentares (CUSPALCA), igualmente do Governo.

A companhia Protinal C.A., que demanda um subsídio mensal de 30 mil toneladas de milho e sorgo, tem realizado ações pertinentes junto ao Ministério da Alimentação (MINPAL), estabelecendo mesas de trabalho. “Porém, até o momento não há uma resposta”, assegurou Ronald Sánchez, representante sindical da companhia.

A empresa venezuelana tem uma de suas unidades situada em Montalbán, ao ocidente de Carabobo. Com capacidade de criação, reprodução e colocação no mercado de três mil toneladas de frango ao mês sob a marca El Corral, a empresa tem uma produtividade diária de 140 mil aves.

Lamentavelmente, a estabilidade de 600 trabalhadores da empresa Carabobenha e 5 mil em todo o país está em risco se a situação não se resolver em curto prazo, segundo informações do Diário El Nacionalista. Em todo o território venezuelano existem 720 granjas voltadas à criação, reprodução de frangos e ovos de consumo, das quais mais de 50% se encontram em Carabobo, além de duas plantas de processamento.

Atualmente, na Venezuela os produtores avícolas não contam com insumos para suas aves e, por isso têm deixado de produzir 9.000 toneladas de frango, desabastecendo o mercado nacional desta proteína. Desta forma, a estabilidade de emprego da categoria está em risco permanente.




MERCADO +

DataProdutoValor
07/08/2020 Congelado +
(kg)
R$ 4,94
07/08/2020 Resfriado +
(kg)
R$ 4,94

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
27 - 31/07/2020 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 83,91
R$ 104,32

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Junho 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


aviagen
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies