13 jun 2018

Equador: proteína a base de clara de ovo é exportada aos EUA

Ecuador: Proteína en base a clara de huevo se exporta a EE.UU. proteína a base de clara de ovo


AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

Após dois anos de promoção do empreendimento “Mann Angel”, no Equador, o processo de exportação se tornou realidade e, em 27 de maio de 2018, foram enviadas 3.000 unidades dessa proteína a base de clara de ovo para Los Angeles, Califórnia, EUA.

Nesse empreendimento, a clara do ovo é a estrela da proposta, que nasceu de Milton Murgueitio. Ele, ao observar fielmente como se alimentavam seus colegas polacos, guardas de segurança, viu a oportunidade de um empreendimento que, progressivamente, pois em prática no projeto. –  El Tiempo.

O processo de aprendizagem se deu em 2003, quando residiu no Reino Unido, onde os profissionais de segurança o ensinaram seu método de nutrição baseado em claras de ovo.

O equatoriano, que ocupava o cargo de gerente, lembra que alguns guardas provenientes da Polônia, comentaram com ele que consumiam de três a quatro tigelas de ovos por dia, como parte de sua nutrição para estar em forma. – Revista Líderes

Dessa maneira, após vários processos, Milton Murgueitio aperfeiçoou a fórmula hidrolisada, com uma apresentação de 600 gramas, que incluía 184 claras de ovo.

Depois de uma década e de sua volta ao Equador, através de seu círculo familiar, Graciela Borja conheceu o negócio de Murgueitio; ela trabalha há cinco anos em um reconhecido ginásio de Los Angeles, nos EUA, onde pode conhecer a cultura de cuidados com o corpo e nutrição mantida pelos habitantes dessa região norte-americana.

Sobre o suplemento, Iván Rojas, da área de produção da Mann Angel, explicou ao El Universo, que se trata de proteínas feitas a base de clara de ovo hidrolisada, 100% natural.

“Quando você sai do país, valoriza muitas coisas e eu pensei, como não vamos levar um produto equatoriano aos EUA. Claro que vamos competir com monstros da proteína, não de qualidade, mas de publicidade. E começamos a fazer os trâmites para as permissões da FDA (Administração de Alimentos e Medicamentos, dos Estados Unidos)”, relatou Graciela Borja.

Uma vez juntos, depois de obter a referida permissão, ela encontrou em seu local de trabalho o ponto perfeito para divulgar a proteína a base de clara de ovo, que contou com grande aceitação.

Esse preparado de proteínas é exportado com o Aval da Federação Desportiva Americana e os esforços das sete pessoas que trabalham diariamente em sua planta, situada em Calderón, Quito, Equador.

Diamond V


NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Julho 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies