05 dez 2019

Enzimas auxiliam a reduzir o desperdício de ração

O aumento populacional e as mudanças climáticas são pontos de atenção para todo o planeta atualmente. A maior demanda por alimentos de alta qualidade e as exigências de consumidores bem informados sobre o que consomem são fatores que provocam transformações na produção.

A preocupação com a sustentabilidade é um exemplo entre os temas do agronegócio, que busca soluções alinhadas ao uso racional e reduzido dos recursos naturais.

Nesse cenário, as soluções relacionadas à nutrição animal estão entre os pontos que impulsionam a produção de proteína animal, uma vez que podem reduzir o desperdício de ração e promover eficiência produtiva e maior rentabilidade no campo.
dsm enzimasA necessidade de utilizar melhor os recursos para a produção e garantir a digestão eficiente dos nutrientes são os principais motivos para a adição de enzimas nas dietas dos animais monogástricos, com diversos benefícios para o setor, contribuindo para uma atuação sustentável.

ENZIMAS

As enzimas agem como catalisadores biológicos, aumentando a velocidade das reações químicas no organismo e não são alteradas neste processo.

São proteínas e, portanto, consistem em cadeias de aminoácidos unidas por ligações peptídicas.

São altamente específicas para os substratos e dirigem todos os eventos metabólicos. Isso as torna uma solução relevante para a otimização de vários processos da indústria, incluindo a digestão dos nutrientes da ração no organismo dos animais.

Atualmente, o uso de enzimas microbianas, como aditivos alimentares, é comum para a alimentação de aves e suínos.

Regiane Peres, diretora de Marketing da área de nutrição animal da DSM para a América Latina, ressalta que a sustentabilidade é um dos pilares da atuação da empresa.

A DSM está atenta às transformações do mundo e trabalha com base na ciência e inovação para desenvolver soluções que diminuam os impactos ao meio ambiente. Somos parceiros dos produtores e estamos em campo para identificar como melhorar a nutrição animal. Assim, temos um amplo portfólio de enzimas que melhoram a digestão dos animais e têm uma série de benefícios para uma produção mais sustentável.

dsm enzimasEm parceria com a Novozymes, a DSM oferece opções inovadoras de enzimas alimentares para atender aos desafios da produção mundialmente.

Para a melhor digestibilidade dos nutrientes em rações de suínos e aves, são indicadas as soluções do portfólio RONOZYME®, que possuem seis produtos que auxiliam a produção.

As enzimas são categorizadas em três famílias, que possuem atuações diferentes:

FITASES

Uma fitase é uma enzima que catalisa a hidrólise de fosfatos do ácido fítico. Esse ácido é chamado fitato quando na forma de sal, por exemplo, Ca-fitato ou Na- fitato.

O fitato pode ligar-se a outros compostos, como cálcio, zinco e outros nutrientes. A fitase ideal provoca liberação alta e constante de fósforo em qualquer tipo de dieta.

Com mais fósforo disponível no organismo, há menor necessidade de suplementação desse nutriente na dieta, reduzindo os custos do produtor com a alimentação.

Com a absorção mais eficiente do fósforo, os animais excretam menos dessa substância, o que reduz o impacto da produção animal no meio ambiente.

PROTEASES

São enzimas que hidrolizam as proteínas complementando a ação das enzimas digestivas. São requisitos de uma boa protease a atuação em uma ampla gama de proteínas alimentares, compatibilidade com outras enzimas alimentares e estabilidade nas vísceras.

A proteína é um dos componentes mais caros da alimentação, embora seja fundamental para o crescimento dos animais. Por isso, usá- la de forma eficiente é uma forma de reduzir os custos de alimentação sem comprometer a saúde animal.

Além desses benefícios, as proteases auxiliam na proteção do meio ambiente, reduzindo a excreção de nitrogênio da produção animal. Há estudos que mostram que a cada 1% de redução da proteína bruta da ração, há uma redução de até 8% no valor de nitrogênio excretado pelo animal.

CARBOIDRASES

São as enzimas que digerem os carboidratos da ração. Nesta classe temos as amilases e as enzimas que atuam sobre os polissacarídeos não amiláceos.

A amilase atual sobre a principal fonte de energia dos cereais, como amido. Aves e suínos costumam ser capazes de digerir em torno de 90% do amido ingerido, o que pode ser melhorado com a adição dessas enzimas.

O uso delas maximiza a energia dos animais e, com o uso mais eficiente, os produtores têm maior retorno financeiro.

MAIOR RESULTADO PARA OS PRODUTORES, MENOR IMPACTO PARA O MEIO AMBIENTE

Rafael Sens, Gerente Técnico Regional para a área de Nutrição Animal da DSM, indica que as enzimas da linha RONOZYME® são ferramentas para a sustentabilidade da produção.

O uso combinado dessas enzimas pode contribuir significativamente para um mundo mais sustentável. O impacto estimado, por exemplo, em 20 mil toneladas por mês de alimento para frangos é equivalente ao impacto positivo da retirada de 6.426 carros das ruas e ao cultivo de 399.443 árvores durante 10 anos, além de uma redução considerada na emissão de gases de efeito estufa, aponta o especialista.

Esses números estimam o impacto positivo da inclusão de enzimas na dieta, o que gera benefícios como a melhora na digestibilidade do nitrogênio, do fósforo e da energia da dieta, reduzindo, assim, a quantidade de nitrogênio e fósforo nas fezes dos animais, diminuindo, dessa forma, o impacto ambiental.

ENZIMA QUE REDUZ OS CUSTOS DA RAÇÃO E CONTRIBUI PARA A PRODUÇÃO SUSTENTÁVEL

Entre os destaques da linha de enzimas da área de nutrição animal da DSM, RONOZYME® ProAct é uma protease pioneira que aumenta a digestibilidade das diferentes fontes proteicas da dieta, reduzindo, assim, substancialmente os custos da ração sem comprometer o desempenho zootécnico.
Além disso, outro benefício verificado é a proteção do meio ambiente, pois essa solução reduz a excreção de nitrogênio durante o ciclo produtivo.
dsm

 




MERCADO +

DataProdutoValor
13/08/2020 Congelado +
(kg)
R$ 5,14
13/08/2020 Resfriado +
(kg)
R$ 5,06

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
27 - 31/07/2020 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 83,91
R$ 104,32

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Junho 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


aviagen
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies