15 jun 2018

Casos da Doença de Newcastle nos EUA sobem para 14

Doença de Newcastle Califórnia EUA


AUTOR(ES)

Priscila Beck

Diamond V

De 17 de maio a 13 de junho foram notificados 14 casos da Doença de Newcastle no Condado de San Bernardino, na Califórnia (EUA). O APHIS/USDA (Serviço de Inspeção de Saúde Animal e Vegetal do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), informa que os proprietários de aves devem relatar a ocorrência de aves doentes, ou mortes incomuns, a oficiais estaduais / federais através do veterinário oficial, ou através do número de telefone gratuito do USDA.

Os casos foram testados no CAHFS (California Animal Health & Food Safety Laboratory System) e confirmados pelo APHIS National Veterinary Services Laboratories em Ames, Iowa. A Doença de Newcastle virulenta não é encontrada em aves comerciais nos Estados Unidos desde 2003.

Segundo nota do APHIS, a entidade está trabalhando em estreita colaboração com o Departamento de Alimentos e Agricultura da Califórnia para responder aos casos e conduzir uma investigação epidemiológica. Parceiros federais e estaduais também estão realizando vigilância e testes adicionais na área.

A forma virulenta da Doença de Newcastle é de preocupação internacional e faz parte da lista A da OIE, assim como as infecções com cepas de baixa virulência, que são tratadas diferentes em cada país.

Conheça os sinais da Doença de Newcastle

 

• Morte súbita e aumento de mortes no grupo de aves

• Espirros, dificuldade para respirar, secreção nasal, tosse

• Diarreia aquosa, de cor verde

• Diminuição da atividade, tremores, asas caídas, cabeça e pescoço torcidos, movimentos em círculo, rigidez completa

• Inchaço ao redor dos olhos e pescoço

Como se propaga a Doença de Newcastle

 

A Doença de Newcastle se propaga quando as aves saudáveis estão em contato direto com os fluidos corporais das aves doentes. A doença afeta todas as espécies de aves e pode infectar e causar a morte, inclusive entre aves vacinadas.

O vírus da Doença de Newcastle pode ser transportada no esterco, cartelas de ovo, caixas, outros materiais ou equipamentos de agricultura e pessoas que tenham contraído o vírus na roupa, sapatos ou mãos.

Conselhos para evitar a propagação da doença

 

• Restringir o acesso a sua propriedade e a suas aves

• Limpar e desinfetar o equipamento que está em contato com suas aves, ou seus excrementos, incluídas as caixas e ferramentas

• Evitar visitar granjas ou outros lugares com aves

Práticas inteligentes ao comprar aves

 

Compre em um criatório ou de um comerciante respeitável e solicite certificação dos fornecedores, indicando que as aves foram legalmente importadas ou comercializadas e que estavam saudáveis antes do envio. Além disso, conserve os registros de todas as vendas e envios.

Mantenha as aves novas separadas das demais aves durante ao menos 30 dias. Mantenha as aves jovens e velhas, assim como as de diferentes espécies em lugares separados.

Saúde Humana

Doença de Newcastle virulenta é uma enfermidade que afeta os sistemas respiratório, nervoso e digestivo das aves, sendo contagiosa e fatal para esses animais. Algumas aves podem chegar a morrem sem apresentar sinais clínicos, porém não há registros de casos humanos da Doença Newcastle por ingestão de produtos avícolas.

Assim como no caso da Salmonella, os produtos avícolas devidamente cozidos são seguros para o consumo humano. Em casos muito raros, as pessoas que trabalham diretamente com aves doentes podem ser infectadas e, ainda assim, os sintomas geralmente são muito leves e limitados à conjuntivite.

Para os trabalhadores da avicultura, a infecção é facilmente evitada com o uso de equipamento de proteção pessoal padrão. Já para as próprias aves, os programas variam de país para país, desde aqueles em que não se permite vacinação e todas as possíveis introduções da Doença de Newcastle são erradicadas a até aqueles em que se usam ambas as cepas vivas lentogênicas e mesogênica, assim como também vacinas inativadas para prevenir a doença proveniente de cepas de campo.



NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Abril 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies