16 nov 2018

Frangos e Ovos tiveram cotações em alta na 1a quinzena de novembro

Brasil: Pollos y huevos cotizaron al alza en 1ª quincena de noviembre


AUTOR(ES)

Priscila Beck

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

As cotações da carne de frango e dos ovos estiveram em alta nessa 1a quinzena de novembro, segundo levantamento do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada – Esalq/USP).

A alta no preço da carne de frango na maior parte das regiões acompanhadas pelo Cepea  se deve à maior demanda pelo feriado da Proclamação da República (15/11). As recentes valorizações da carne de frango, segundo aponta o Centro, têm amenizado as perdas acumuladas, principalmente no primeiro semestre deste ano.

Até o final de outubro, o setor exportou 3,425 milhões de toneladas, volume 6,7% menor que as 3,673 milhões de toneladas embarcadas entre janeiro e outubro de 2017.  Em receita, a retração é de 11,2%, com US$ 5,4 bilhões de toneladas nos 10 primeiros meses deste ano, contra US$ 6,1 bilhões registrados no mesmo período do ano passado.

Na primeira quinzena de novembro, as médias do frango inteiro congelado e as do resfriado, produtos comercializados na Grande São Paulo, são 17,19% e 17,17%, respectivamente, superiores às do mesmo período de 2017, em termos nominais.

Ovos

 

As cotações dos ovos, que vinham apresentando contínuas desvalorizações ao longo do segundo semestre, reagiram nesta primeira quinzena de novembro, de acordo com dados do Cepea. Especificamente para o produto vermelho, as altas no acumulado do mês já ultrapassam os 20% em algumas das praças acompanhadas.

Colaboradores do Cepea relatam que, mesmo com a proximidade da segunda quinzena, a demanda pelo produto esteve ainda maior nos últimos dias.

Entre 31 de outubro e 14 de novembro, o preço da caixa com 30 dúzias do ovo branco tipo extra, a retirar em Bastos (SP), subiu 13,9%, com média de R$ 66,18 nessa quarta-feira, 14. Para o ovo vermelho tipo extra, na mesma região, as cotações aumentaram expressivos 20% no mesmo comparativo, a R$ 75,72/cx na quarta.

produção de ovos de galinha foi de 911,63 milhões de dúzias nos meses de julho, agosto e setembro de 2018, segundo levantamento do IBGE. Considerando a série histórica, iniciada em 1987, essa foi a maior produção já registrada em um terceiro trimestre, sendo 8,0% maior que a produção do mesmo período no ano anterior.

Fonte: Cepea




MERCADO +

DataProdutoValor
22/01/2021 Congelado +
(kg)
R$ 5,99
22/01/2021 Resfriado +
(kg)
R$ 6,15

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
11-15/01/2021 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 94,62
R$ 110,24

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil setembro 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


Logo Ceva
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies