13 mar 2018

Colômbia assume prazo para erradicar Doença de Newcastle

Colombia asume plazo para erradicar enfermedad de Newcastle 2018 Colômbia Doença de Newcastle


AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

A grande notícia para o setor avícola da Colômbia é que Eje Cafetero será a primeira região do país livre da Doença de Newcastle. Esse foi um dos assunto tratados na instalação da Comissão Nacional Avícola, que se reuniu no Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural da Colômbia e que foi presidida pelo vice-ministro de Assuntos Agropecuários, Samuel Zambrano, que ressaltou a importância deste anúncio para a indústria avícola do país.

Em dois anos, Eje Cafetero, formado pelos departamentos de Antioquia, Caldas, Cauca, Chocó, Quindío, Risaralda, Tolima e Valle del Cauca, será declarada como a primeira região na Colômbia livre da Doença de Newcastle, enfermidade que afeta as aves, especialmente as de produção.

Nessa linha, o vice-ministro de Assuntos Agropecuários da Colômbia informou que, precisamente, a Comissão Nacional Avícola tem como objetivo principal preservar o status sanitário do país como livre da Influenza Aviária, assim como erradicar a Doença de Newcastle; ainda assim, será um organismo muito importante na gestão de recursos para fortalecer o setor.

“A Comissão vai permitir a geração de um roteiro de trabalho para ter alinhamentos claros para a competitividade do setor avícola colombiano e para melhorar o status sanitário do mesmo, assim como também terá um papel fundamental na questão do acesso a mercados”, sustentou o vice-ministro de Assuntos Agropecuários, Samuel Zambrano.

Ele lembrou que o ministro Juan Guillermo Zuluaga, no âmbito da política para o setor rural, atribui grande importância à erradicação de fatores que afetam a produtividade e a saúde da população.

A Comissão é formado pelo Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Ministério da Saúde e Proteção Social, Instituto Colombiano Agropecuário – ICA, Federação Nacional de Avicultores (FENAVI) – Fundo Nacional Avícola FONAV e dois representantes dos pequenos avicultores, assim como também conta com o acompanhamento do Ministério do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

Nos últimos 5 anos (2013-2017), através do Fundo Nacional Avícola (FONAV), com o objetivo de implementar atividades voltadas para erradicar e controlar a Doença de Newcastle, foram destinados recursos num montante de $7.100.656.145 e, para 2018, está projetado um orçamento de $2.343.481.848.

Em 2017, a avicultura foi um dos setores que marcou o crescimento do setor agropecuário, apresentando uma taxa de crescimento de 6,4%, gerando mais de 400 mil empregos diretos e produzindo 1.563.568 toneladas de carne de frango e 13.828 milhões de ovos. O comércio avícola representou, em termos econômicos, 16,5 bilhões de pesos para o país (valor de toda a cadeia produtiva, que vai desde a produção até as vendas).

Cabe ressaltar que durante o Governo de Santos ocorreram avanços importantes em biosseguridade, com a expedição das resoluções 3642 de 2013, 3649 de 2014 e 1515 de 2015, por meio das quais são estabelecidos os requisitos para obter o Registro Sanitário de Propriedades Avícola – RSPA ou granjas avícolas biosseguras que, juntamente com o Programa Nacional contra Newcastle e Influenza Aviária, se tornam a principal plataforma para entregar produtos inócuos e de qualidade.

 




MERCADO +

DataProdutoValor
23/11/2020 Congelado +
(kg)
R$ 6,23
23/11/2020 Resfriado +
(kg)
R$ 6,38

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
16-20/11/2020 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 101,96
R$ 123,72

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil setembro 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


aviagen
Logo Ceva
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies