AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

Apesar dos esforços realizados na Colômbia para combater a Doença de Newcastle, o Instituto Nacional Agropecuário – ICA – do Departamento de Tolima comunicou 15 focos de Newcastle altamente virulenta.

Devido a isso, o ICA fez um apelo aos avicultores da região para que intensifiquem as medidas sanitárias contra a doença de Newcastle e vacinem seus animais.

O médico veterinário da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e de Produção Alimentar de Tolima, José Luis Arango Sierra, declarou ao Ecos, veículo de comunicação de Combeima, que no departamento de Tolima existem 15 focos da Doença de Newcastle, sendo os principais municípios afetados, Sal Luis, Rovira, Valle de San Juan e Guamo.

Além disso, o médico veterinário, José Luis Arango, destacou que a Doença de Newcastle é altamente viral e contagiosa, porém, apenas as aves soltas, que não foram vacinadas, acabram sendo afetadas no departamento colombiano.

A Doença de Newcastle é transmitida frequentemente através do contato direto com as aves enfermas, ou portadoras da doença, através das fezes, espirro e/ou através da água, alimento, equipamentos, vestimenta contaminada. A doença é altamente contagiosa e afeta as aves de produção, tais como: aves de início, postura, frangos de corte, perus, aves de quintal, aves de briga e outras como gansos e patos etc.

Segundo a resolução No. 00031554 do ICA, foi determinada quarentena nos municípios de Guamo, San Luis, Saldaña, Valle de San Juan, Rovira, Espinal, Purificación, Ortega e Suárez, nos quais se manifestaram sintomatologia clínica com alta morbidade e mortalidade. Segundo o ICA, a maior presença dos focos de aves alcançou 80%, apresentando-se de forma mista, entre aves de quintal e galos de briga.

Ou seja, o vírus da Doença de Newcastle pode se apresentar nas aves domésticas e silvestres, de acordo com fatores como a cepa do vírus, sanidade da ave, idade Da ave e espécie do hospedeiro. Além disso, os sinais clínicos podem ser: de tipo nervoso com paralisia das asas e patas, tremores, pescoço virado, espasmos, deslocamento em círculos e paralisia; respiratórios com tosse, respiração ofegante, ruídos ao respirar e espirros; digestivo com diarreia; e também interrupção da postura de ovos quer seja parcial ou completa. Ainda, os ovos podem apresentar anomalias tanto na forma, como casca e coloração. – Abeima.

O ICA informou que, como medidas de controle está sendo aplicada vacinação perifocal de todas as aves de quintal, no entorno dos focos positivos em um radio de 3 quilômetros, assim como monitoramento, inspeção de animais, visitas de controle, vigiando qualquer suspeita de sintomatologia.

Também se reiterou a todos os profissionais, servidores e técnicos dos escritórios agropecuários, para estarem atentos e denunciar ao ICA qualque sintomatologia factível relacionada com a doença.

Hoje, segunda-feira(24/9), reúnem-se is prefeitos dos novo municípios que se encontram em quarentena e as autoridades sanitárias para realizar os próximos alinhamentos e prevenir a aparição de novos focos de contágio.

Diamond V


NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Julho 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies