AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

O Ministério da Agricultura da Colômbia informou que o Governo de Aruba, através do Food Control and Hygiene Office (Autoridade Sanitária da ilha), aprovou o Certificado Zoosanitário para Exportação da Colômbia, expedido pelo Instituto Colombiano Agropecuário (ICA), no qual se avaliam as condições sanitárias do setor avícola para exportação de aves comerciais de um dia para a ilha do Caribe.

O processo de abertura a este novo mercado foi motivado a pedido dos próprios produtores avícolas da Aruba, que têm interesse em importar da Colômbia pintinhos comerciais de um dia.

De acordo com o ICA, a qualidade sanitária foi o que motivou os produtores avícolas da ilha caribenha a se interessarem pela produção aviária da Colômbia, já que atualmente é um território livre de influenza aviária e conta com um programa oficial de controle e erradicação da doença de Newcastle.

Luis Humberto Martínez Lacouture, gerente geral do ICA, falou sobre o trabalho que o ICA realiza à frente da abertura de novos mercados para os produtos agropecuários colombianos no mundo. O Instituto certificará as condições sanitárias das aves e os estabelecimentos de origem dos animais levando em conta as condições de importação de aves por Aruba.

“Este novo mercado aberto pelo ICA é uma oportunidade importante para a indústria comercial avícola nacional e confirma a força dos programas sanitários que, como autoridade, realizamos para proteger o status alcançado de país livre de influenza aviária”, afirmou o gerente geral do ICA.

Antecedentes

Entre os requisitos que devem cumprir os produtores avícolas colombianos para exportar para Aruba, estão os que seguem:

·         As aves devem proceder de estabelecimentos devidamente registrados e supervisionados periodicamente pelo ICA.

·         No estabelecimento origem das aves e em um raio de 10 quilômetros, não deve haver registro de casos de enfermidades aviares de declaração obrigatória.

·         O estabelecimento de ter passado pela supervisão veterinária oficial 3 semanas antes do embarque e não haver registrado de sinais de nenhuma enfermidade contagiosa durante esse período.

As aves devem ser inspecionadas no dia do embarque e não apresentar quadros clínicos de qualquer enfermidade contagiosa.

 

A abertura a este novo mercado é uma oportunidade importante para a avicultura colombiana, confirmando a força dos programas sanitários realizados pelo Instituto Colombiano Agropecuário.

Diamond V


NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Julho 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies