06 fev 2020

China sacrifica 17,8 mil frangos de corte por Influenza Aviária

Influenza Aviária China


AUTOR(ES)

Priscila Beck

Diamond V

Mais de 17 mil frangos de corte foram submetidos ao abate sanitário em Shaoyang, na província de Hunan, ao sul da China, por conta de um foco da cepa H5N1 do vírus da Influenza Aviária Altamente Patógena.

Influenza Aviária ChinaSegundo informe divulgado nesta quinta-feira (6/2), pela OIE (Organização Mundial de Saúde Animal), o abate sanitário foi aplicado a 3.350 frangos de corte no local do foco e outros 14.478 na região próxima. O lote onde o vírus foi detectado, localizado no povoado de Jilong, possuía 7.850 aves, das quais 4,5 mil haviam morrido em razão do H5N1.

A data de início da ocorrência, segundo registros da OIE, foi 24/1, com confirmação do H5N1 por testes de isolamento viral e RT-PCR em tempo real em 1/2. Neste ano de 2020, este é o terceiro foco de Influenza Aviária na China, sendo que os dois focos anteriores foram notificados pela OIE em 10/1, em cisnes ao norte do país.

Além do abate sanitário, as autoridades sanitárias chinesas implementaram:

  • Restrição de transportes de aves no interior do país;
  • Vigilância fora da área de contenção;
  • Triagem;
  • Rastreabilidade;
  • Quarentena;
  • Destruição oficial dos produtos de origem animal;
  • Eliminação oficial de carcaças, subprodutos e dejetos de origem animal;
  • Zoneamento;
  • Desinfecção;
  • Vacinação proibida;
  • Nenhum tratamento dos animais afetados.
Influenza Aviária China

Com a nova notificação, desde o início de 2020, já foram reportados 14 focos de Influenza Aviária na Europa, três na China, um no Vietnã, um na Índia, um na Arábia Saudita e um em Israel.

Tanto a Arábia Saudita, como a China figuram como os principais mercados importadores da carne de frango brasileira. Em 2019, inclusive, o país asiático assumiu a posição de maior importador da proteína de frango brasileira, com 513 mil toneladas, o que representa um aumento de 28% em relação às 401 mil toneladas importadas em 2018.

Por sua vez, de janeiro a novembro de 2019, o Brasil exportou 429 mil toneladas de carne de frango para a Arábia Saudita, o que representou 11% do total do produto exportado pelo país no período.



NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Abril 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies