21 mar 2017

Chile fecha mercado à carne brasileira



Diamond V

A suspensão temporária da importação de todo tipo de carne brasileira foi anunciada pelo Ministério da Agricultura do Chile, em conjunto com o Serviço Agrícola e Agropecuário (SAG). A medida foi adotada após a Operação “Carne Fraca” da Polícia Federal (PF), que denunciou uma rede de corrupção envolvendo empresas frigoríficas e instituições de controle sanitário.

“Estamos desde o sábado analisando a situação que é conhecida a respeito da investigação que se desenvolve no Brasil por parte da Justiça para apurar delitos cometidos por alguns frigoríficos brasileiros, cuja produção é destinada tanto ao consumo local como às exportações”, explicou o Ministro Furche.

A autoridade acrescenta que, “por isso, tomamos a decisão de suspender temporariamente a autorização enquanto não sabemos com exatidão – o que estamos aguardando por parte do Brasil – quais são os frigoríficos que estão sendo investigados e, desses, quais fizeram alguma exportação para o mundo e para o Chile. Uma vez que tenhamos essa informação precisa por parte das autoridades brasileiras, certamente poderemos flexibilizar essa medida, mas por hora o SAG suspenderá as autorizações”.

O diretor nacional do SAG, Ángel Sartori, explicou que “devemos ser extremadamente rigorosos com os produtos que nos exportam e isso é o que estamos fazendo. Estes frigoríficos – que não sabemos exatamente quais são – estão sendo permanentemente habilitados e supervisionados pelos nossos funcionários. Por isso, é sério a informação que estamos esperando para tomar uma decisão a longo prazo. Hoje são medidas de carácter temporário e preventivo, com o propósito de levantar o maior número de informações possíveis”.

Brasil

Na tarde de 20/3 o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) do Brasil divulgou uma lista com o nome dos 21 frigoríficos envolvidos na Operação “Carne Fraca” da PF. Segundo o Ministério, três tiveram suas atividades suspensas e os 21 estão sob regime especial de fiscalização, ou seja, com um representante do MAPA no local e impedidos de exportar.

De acordo com o ministro Blairo Maggi, seis dos 21 frigoríficos investigados exportaram produtos nos últimos 60 dias. Ele havia informado que a China foi o único mercado a fazer comunicado oficial ao governo brasileiro solicitando explicações sobre a Operação “Carne Fraca”.

Até receber as informações, a China não desembarcará as carnes importadas do Brasil. Ainda na noite de segunda-feira, o ministro faria uma videoconferência com autoridades chinesas para prestar esclarecimentos. O Ministro concedeu uma nova entrevista coletiva à imprensa para fazer um balanço sobre a situação das carnes brasileiras, em decorrência da investigação.

Coreia

Informações divulgadas hoje pelo Jornal Estadão, informam que a Coreia do Sul anunciou na manhã desta terça-feira (21/3) ter voltado atrás na decisão de suspender as importações do Brasil. A decisão teria sido tomada após o ministro Blairo Maggi manter contato com as autoridades locais, informando que o país nunca adquiriu carne estragada do Brasil.

A queda das vendas ao mercado externo em 2017 deverá ser impactante, segundo José Augusto Castro, presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB). “Aposto numa queda de 20% dos embarques de carne neste ano, com a redução do preço pago e da quantidade”, alerta. Considerando que as exportação de carnes rendeu 13,8 bilhões de dólares ao Brasil em 2016, a deve chegar a 2,7 bilhões de dólares.

A perda é calculada pela AEB com base no tempo que os países levarão para ouvir as explicações oficiais do Governo e fazer seus próprios controles. “É difícil ganhar um cliente, mas muito fácil perder”, diz Castro.




MERCADO +

DataProdutoValor
14/01/2021 Congelado +
(kg)
R$ 5,87
08/01/2021 Resfriado +
(kg)
R$ 5,92

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
04-08/01/2021 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 96,92
R$ 110,45

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil setembro 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


Logo Ceva
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies