13 jun 2017

Chile: Exportações de carnes brancas à China batem recorde

Récord de exportaciones de carnes blancas chilenas a China


AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

Os exportadores chilenos de carnes brancas, reunidos sob a marca setorial Pork & Poultry, realizaram uma visita ao mercado asiático para celebrar os dez anos do TLC, que tem dado um grande impulso às exportações de carnes chilenas.

O Gerente do Escritório na China e representante da Associação Gremial de Exportadores de Carnes do Chile (ExpoCarnes), Eduardo Tagle, abordou a temática sobre “o recorde de exportações de carnes de aves e suínos na China em 2016; os dez anos do Tratado de Livre Comércio com o gigante asiático e as projeções do setor no país”. A abordagem ocorreu durante o seminário “Oportunidades de Agronegócios Chile-China: Comércio, Investimento e Inovação”, realizado em Beijing, na ocasião da visita realizada pela Presidenta do Chile, Michelle Bachelet, à nação asiática.

O acontecimento foi organizado por diversas entidades chilenas y chinesas, entre elas ProChile e China Council for International Investment Promotion (CCIIP). Autoridades de ambos países e representantes de diversas entidades exportadoras chilenas fizeram se manifestaram durante o encontro.

O representante da Associação Gremial de Exportadores de Carnes do Chile (ExpoCarnes), destacou: “Hoje o Chile oferece à China e ao mundo uma carne de qualidade e segurança garantida, que ganhou o prestígio e a confiança deste mercado. Isto nos permite crescer ano a ano, com um recorde de exportações em 2016 que alcançou US$$129 milhões em carne suína e mais de US$ $69 milhões em carnes de ave”.

Expressou ainda que a China já não é somente um mercado dos produtos básicos que se consumiam há alguns anos, como subprodutos, no caso do suíno, e de pés e pontas de asa de frango. Hoje, os consumidores estão optando por produtos de maior valor agregado, competindo com outros mercados, por exemplo, em cortes de suíno como pernil, paleta e barriga, demandados em países como Japão e Coreia do Sul.

Disse também que se tem construído uma sólida relação comercial porque além de tudo o país conta com um alimento certificado pela máxima autoridade sanitária do Chile, o Serviço Agrícola e Pecuário, SAG (sigla em espanhol), reconhecido internacionalmente por sua seriedade e profissionalismo.

Ao concluir, o representante da ExpoCarnes mencionou que “as empresas de proteína animal chilenas estão integradas verticalmente ao longo de toda a cadeia produtiva, o que permite controlar todos os processos desde a granja à mesa para entregar-lhes uma carne segura e de qualidade, baseando-nos no conceito de que um alimento são provém de um animal são”.

A China é o principal parceiro comercial do Chile, tanto como destino das exportações, como provedor. Em 2016, o intercâmbio comercial entre ambos países superou os US$31 bilhões, o que supera em 26% o comércio bilateral de 2006, ano anterior à vigência do Tratado de Livre Comércio.

Diamond V


NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Julho 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies