01 jul 2020

RS: Certificação de Ovos deve iniciar em janeiro de 2021

Certificacao Certificadora Qualidade de Ovos RS


AUTOR(ES)

Priscila Beck

Diamond V

A nova Certificação de Qualidade de Ovos, que desde o início do ano vem sendo articulada pela Asgav (Associação Gaúcha de Avicultura) e Programa Ovos RS, deverá começar em janeiro de 2021. A informação foi divulgada em entrevista coletiva online à imprensa, na manhã desta terça-feira (1/7), pelo diretor executivo da Asgav, José Eduardo dos Santos.

No último dia 30/6, ocorreu a segunda reunião do Comitê Consultivo, que vem acompanhando o processo de construção da Certificação. O referido Comitê é formado pelo diretor executivo da ASGAV, pela consultora técnica do Programa Ovos RS, Dra. Raquel Melchior, representantes da Embrapa, Universidades, responsáveis técnicos de empresas, representantes de produtores, bem como a equipe do Instituto SENAI de Alimentos e Bebidas.

Certificação Qualidade de Ovos RS

“A pandemia acabou colaborando para que a equipe técnica pudesse se concentrar na busca de legislações, pesquisas, conteúdos e estamos dentro do nosso cronograma”, salientou Eduardo. “Daqui um mês já devemos ter o nome da Certificadora registrado e em dezembro deve chegar todo o material pronto para fazermos o lançamento oficial e iniciar o trabalho de certificação”, completou.

A Certificação

A certificação deverá atender estabelecimentos produtores de ovos que buscam diferenciais e qualidade na produção. Outra novidade será a certificação de produções alternativas como Cage Free e Coloniais, além da produção convencional em gaiolas, porém dentro de diretrizes de um novo código de bem-estar animal que se desenha para a produção brasileira.

A certificação está sendo construída a partir da experiência do Selo de Referência Ovos RS, desenvolvido no estado gaúcho há sete anos. O estado vem registrando evolução técnica e de qualidade dos estabelecimentos produtores de ovos que fazem parte do programa.

Segundo o diretor executivo da Asgav, ao longo de 2019 foram reunidas informações importantes para a formatação do projeto, assim como realizadas tratativas com o Instituto SENAI de Alimentos e Bebidas para participação na elaboração da metodologia e posterior condução dos trabalhos de certificação.

Já para 2020 estavam programadas as etapas de construção do escopo de avaliação, com as contribuições do comitê consultivo e validação pelos organismos oficiais de regulamentação do setor, bem como formação de equipe de consultores e auditores.

“Nosso cronograma para desenvolvimento deste projeto é longo, pois estamos construindo escopos de avaliação que atendam às normativas nacionais vigentes e o que preconizam os órgãos e instituições internacionais para a produção de ovos em diferentes sistemas de criação”, explica Raquel Melchior. “A partir de 2021 teremos no mercado um serviço capaz de averiguar as boas práticas de criação, o bem-estar e a sanidade das aves, assegurando ao consumidor um produto de qualidade e que respeita todos os critérios estabelecidos para cada um dos diferentes sistemas de produção de ovos”, completa.

A certificação poderá contemplar estabelecimentos de outras regiões do país e já tem consultas para possível participação. O Comitê Consultivo é composto pelos seguintes membros:

  • Alessandra Sella, Médica Veterinária Responsável Técnica e representante DSM no RS;
  • Flávio Renato Silva, Médico Veterinário Responsável Técnico Naturovos;
  • Fernando Panizzi Sartor, Médico Veterinário Responsável Técnico Ovos Nienow;
  • Felipe Fagundes, Gerente Nacional Avicultura Alltech;
  • José Francisco Miranda, Gerente Regional/LATAM DSM;
  • João Dionísio Henn, Dr. em Zootecnia, Analista A na EMBRAPA;
  • Paula Gabriela S. Pires, Dra em Zootecnia, Pós-doutoranda na University of California – Davis;
  • Raul Filippsen, Diretor/Proprietário Ovos Filippsen;
  • Silvia de Carli, Médica Veterinária, doutoranda em Ciências Veterinárias na UFRGS;
  • Vanessa Mirela Novatzki, Téc. de Alimentos, Controle de Qualidade Bampi Ovos;
  • Amanda Queiroz, Eng. de Alimentos do SENAI; e
  • Tânia Menegol, Tec. de Alimentos do SENAI.




MERCADO +

DataProdutoValor
07/08/2020 Congelado +
(kg)
R$ 4,94
07/08/2020 Resfriado +
(kg)
R$ 4,94

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
27 - 31/07/2020 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 83,91
R$ 104,32

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Junho 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


aviagen
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies