13 fev 2019

BRF recolhe quase 500 toneladas de carne de frango por risco de Salmonella

BRF retira casi 500 toneladas de carne de pollo por riesgo de Salmonella


AUTOR(ES)

Priscila Beck

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

A BRF S.A. anunciou hoje  (13/2) uma campanha de recolhimento de cerca de 500 toneladas de produtos de frango por suspeita de contaminação por Salmonella enteritidis. Segundo divulgado pela empresa, o recalll está sendo realizado no mercado interno brasileiro sobre 164 toneladas de cortes e miúdos de frango in natura  299,6 toneladas de carne de frango in natura da marca Perdigão,

Em seu site, a BRF informa que decidiu fazer o recall porque testes de laboratório, “realizados de acordo com o plano de qualidade da própria companhia”, detectaram risco de presença da bactéria  Salmonella enteritidis sobre as 164 toneladas de cortes e miúdos de frango in natura.

“Apenas uma parte dos lotes incluídos no recall apresentou resultado positivo para essa bactéria”, informa o site. “Mas, como possuem as mesmas datas de fabricação de lotes com teste positivo, todos estão sendo retirados do mercado com base no princípio da precaução”, completa.

Os produtos que estão sendo recolhidos foram produzidas nos dias 30 de outubro de 2018 e 05, 06, 07, 09, 10 e 12 de novembro de 2018, exclusivamente pela unidade da BRF de Dourados-MS (SIF 18).

BRF recolhe produtos de frango por contaminação por Salmonella

A BRF informa que após a identificação da presença de Salmonella enteritidis na fábrica de Dourados (MS), reforçou o monitoramento com testes adicionais de qualidade, mapeou todas as etapas de distribuição desses alimentos, e, por fim, iniciou o processo de recolhimento junto à sua cadeia comercial.

Os produtos foram comercializados nos estados do Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. O consumidor deve checar nome, peso, marca, data de fabricação e origem dos produtos na embalagem (carimbo do SIF).

A empresa está orientando os consumidores a, uma vez identificado o produto, entrar em contato por meio do e- mail recolhimento.sac@brf-br.com ou ligar gratuitamente para o telefone 0800 031 1315. As orientações de procedimentos serão passadas individualmente.

A BRF entrou em contato com todos os seus clientes que receberam os produtos com as datas de produção mencionadas. Um inventário dos estoques também foi realizado com o objetivo de assegurar que as quantidades ainda não comercializadas fossem bloqueadas e recolhidas.

“Esta fase que se inicia com o recall visa buscar os produtos que, porventura, estejam com os consumidores finais e ainda não tenham sido consumidos”, explica a empresa em seu site. “Importante dizer que, caso algum produto tenha sido consumido, não representa risco à saúde se foi devidamente cozido e corretamente manuseado, conforme orientação do fabricante”, completa.

O total de produtos que estão sendo recolhidos representa, segundo informa a BRF, 0,1% de toda a produção mensal de frango da companhia no Brasil.

A empresa informa ainda que a contaminação ocorreu em uma linha específica e nas datas citadas, não havendo indícios de contaminação em outros dias antes ou depois desse período. Ou seja, segundo a BRF, outros produtos fabricados em Dourados (MS), que estejam fora das datas mencionadas no recall, podem ser consumidos sem problemas.

O incidente e o recolhimento de produtos, segundo nota divulgada pela BRF, foram formalmente reportados para as autoridades brasileiras, entre elas, o Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Salmonella Enteritides

A Salmonella enteritidis é um dos inúmeros tipos de Salmonella existentes, que é uma bactéria encontrada no sistema digestivo de animais e em vegetais plantados em solos contaminados. A Salmonella é eliminada quando o produto é cozido, frito ou assado completamente e, nestes casos, não causa danos à saúde humana.

Os utensílios utilizados para manipular qualquer produto que tenha a presença da bactéria também devem ser higienizados para evitar qualquer tipo de contaminação. Casos estes cuidados não sejam respeitados, a Salmonella enteritidis representa risco à saúde, podendo causar infecção gastrointestinal, cujo sintomas mais comuns são: dores abdominais, diarreia, febre e vômito.

Esse conteúdo foi útil para você? Cadastre-se para receber nossa newsletter semanal!

 



NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Abril 2021

ARTIGOS DA REVISTA

img13

Por Felipe Lino Kroetz Neto

View more


 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies