23 ago 2018

Brasil: perdas acumuladas da avicultura em 2018 devem chegar a 2%

¿Cuánto podría perder la industria avícola de Brasil este 2018?


AUTOR(ES)

Priscila Beck

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

Em 2018 o Brasil deverá produzir entre 1% e 2% menos carne de frango, chegando a 13 milhões de toneladas, e reduzir o volume de exportações do produto entre 3% e 5%, alcançando 4,25 milhões de toneladas embarcadas. As informações foram divulgadas pela ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal), em entrevista coletiva à imprensa, realizada na manhã desta quinta-feira (23/8).

Os diretores da entidade avaliam que os resultados são positivos diante dos inúmeros desafios que afetaram o setor no primeiro semestre do ano. A entidade classifica o ano de 2018 como um dos momentos mais crítico da história para os produtores de aves, ovos e suínos do Brasil.

No ano, 18 plantas que exportavam carne de frango para a UE (União Europeia) foram suspensas, novos critérios Halal foram instituídos por países Árabes e a China aplicou medidas antidumping à carne de frango brasileira. Internamente, a paralisação dos caminhoneiros também causou prejuízos ao setor e o tabelamento do frete deverá gerar um aumento médio de 35% no custo logístico.

Todos os revezes enfrentados pelo setor em 2018 devem refletir em um aumento de cerca de 15% nos preços das carnes e outros produtos de aves e suínos para o consumidor final, segundo os diretores da ABPA.

“As perdas poderiam ter sido maiores, não fosse a forte diversificação de mercados importadores da proteína animal do Brasil”, explicou Ricardo Santin, diretor executivo da ABPA. Os principais mercados responsáveis pela absorção da carne de frango deixada de ser enviada para a Europa foram China, México, Iêmen e Emirados Árabes Unidos.

No último mês de julho o Brasil alcançou o maior fluxo mensal de embarques de carne de frango da história do setor e os bons resultados devem se repetir em agosto. Enquanto em julho foram exportadas 463,1 mil toneladas de carne de frango (20,6% superior ao mesmo período de 2017), em agosto a previsão é de que sejam exportadas 400 mil toneladas.

Com esse crescimento dos dois últimos meses, segundo Santin, o Brasil deverá manter a média mensal de exportações próxima às médias de 2016 e 2017. Segundo o diretor executivo da ABPA, o Brasil acumula hoje perdas de 6% em comparação a 2017 e a expectativa do setor é chegar a um índice de 2% até o final do ano.

E se do dólar se mantiver nos patamares que está hoje, devido às incertezas econômicas e políticas, podemos ficar no zero a zero”, observou Santin.

Principal destino da carne de frango brasileira no período de janeiro a julho de 2017, a Arábia Saudita reduziu o volume de importações em 28% no mesmo período de 2018, 106 mil toneladas. O segundo maior destino do produto brasileiro em 2017, a China importou 29 mil toneladas a mais no primeiro semestre de 2018, o que representou um crescimento de 13%.

Para a União Europeia, o Brasil enviou 57 mil toneladas de carne de frango a menos que no mesmo período de 2017, o que representa uma redução de 29%. E aumentou o volume de envios do produto para o México (+46%) e para a Coreia do Sul (+20%).

Segundo a ABPA, a previsão é de que o consumo de carne de frango no Brasil em 2018 seja de 42 kg per capita, muito próximo aos 42,07 kg consumidos por cada brasileiro em 2017. “Por mais que a carne de frango seja uma proteína barata, o consumo interno não aumentou devido ao alto índice de desemprego e o clima político de incerteza”, justificou Francisco Turra, presidente da ABPA.

Além de Francisco Turra e Ricardo Santin, também participaram da entrevista coletiva o diretor técnico da ABPA, Rui Eduardo Saldanha Vargas, o diretor de relações institucionais, Ariel Antônio Mendes, e o diretor financeiro e administrativo, José Perboyre.




MERCADO +

DataProdutoValor
18/01/2021 Congelado +
(kg)
R$ 5,86
18/01/2021 Resfriado +
(kg)
R$ 6,20

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
11-15/01/2021 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 94,62
R$ 110,24

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil setembro 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


Logo Ceva
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies