09 nov 2017

Boliviana Sofía Ltda exporta carne de frango ao Peru

Bolivia: Empresa avícola Sofía Ltda exporta a Perú falta de ração


AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

Pela primeira vez, a empresa avícola boliviana Sofía Ltda concretizou a exportação das primeiras 15 toneladas de carne de frango ao Peru, quantidade que pode ser ampliada nos próximos meses. O Serviço Nacional de Saúde Agropecuária e Segurança Alimentar (SENASAG) da Bolívia e o Serviço Nacional de Sanidade Agrária (SENASA) do Peru, acordaram os protocolos sanitários para viabilizar um dos pedidos do setor avícola, que é dar fluidez aos excedentes de frango.

O Responsável Nacional de Sanidade Avícola do SENASAG (Santa Cruz, Bolivia), Omar Benavides, informou ao portal notiboliviarural, que há 14 dias a empresa Sofía Ltda. realizou uma solicitação ao ente sanitário para exportar 15 toneladas de carne de frango ao Peru. O pedido foi aprovado para as habilitações trabalhadas entre o setor público e privado há 4 meses.

“A Sofía já concretizou a primeira exportação de carne de frango ao Peru de um volume de 15 toneladas”, informa Benavides. O acordo prévio comercial aponta que técnicos do SENASA Peru realizaram, há quatro meses, a avaliação do sistema sanitário da Bolívia e as condições de trabalho desenvolvidas pela empresa Sofía em todo o processo de produção de frango.

Benavidez lembra ainda que na Bolívia a empresa IMBA, de Cochabamba, era a única empresa que exportava carne de frango ao Peru e que, agora, também se abre o mercado internacional para a Sofía. Ele também afirma que existe a possibilidade de exportar carne de frango ao Equador e Cuba, porém, previamente deve-se consolidar protocolos sanitários com esses países.

Por sua vez, o Gerente Geral da Sofía, Mario Anglarill Serrate, expressou satisfação por haver alcançado uma conquista a mais para sua empresa, que pela primeira vez exporta carne de frango ao Peru, com projeções a curto prazo de também poder fazê-lo com embutidos processados.

“Exportar nos ajuda muito a vender nossa produção e gerar outras receitas. Também nos permitirá ter uma válvula de escape para a produção excedentes de frango”, afirmou Anglarill. Segundo ele, a intenção da Sofía é exportar carne de frango de maneira sustentável e consolidar o mercado peruano. O empresário se limitou a dar detalhes dos preços de frango no mercado internacional, porém indicou que os mesmos são maiores que o do mercado local.

Requisitos de exportação e sanitário livre de Influenza e Newcastle
A empresa boliviana Sofía Ltda cumpriu os requisitos sanitários para exportar carne de frango, considerando que tem suas granjas e abatedouros registrados no SENASAG, além de as aves produzidas em suas instalações não terem problemas de doenças sanitárias.

Deve-se considerar que o que facilitou as exportações foi que a Bolívia está livre da Influenza Aviária e que as granjas avícolas estão livres da Doença de Newcastle, requisitos que pesaram para a decisão do Peru.

Cabe lembrar que, em diversas oportunidades, a Associação Departamental de Avicultores (ADA), de Santa Cruz, Bolívia, solicitou ao governo respaldo para buscar mercados para a exportação de frango, com o objetivo de diminuir a sobreoferta e melhorar os preços dos produtos avícolas.




MERCADO +

DataProdutoValor
18/01/2021 Congelado +
(kg)
R$ 5,86
18/01/2021 Resfriado +
(kg)
R$ 6,20

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
11-15/01/2021 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 94,62
R$ 110,24

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil setembro 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


Logo Ceva
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies