07 abr 2021

A importância da Sanidade para a promoção do bem-estar animal

Ceva Sanidade


AUTOR(ES)

Felipe Pelicioni

Médico-veterinário e Gerente de Marketing Aves Ciclo Longo da Ceva Saúde Animal

O conceito de bem-estar animal está cada vez mais presente em diferentes esferas de discussão por todo o mundo e nas mais diferentes situações.

bem-estarbem-estarA evolução tecnológica da internet possibilitou acesso imediato à informação. Porém, ao mesmo tempo, facilitou o trânsito de informações incorretas, ou distorcidas e algumas vezes inventadas para favorecer algum tipo de argumento ou posição. O conceito de bem-estar animal está cada vez mais presente em diferentes esferas de discussão por todo o mundo e nas mais diferentes situações.

Por isso a necessidade da criação de plataformas para a disseminação de conceitos e informações reconhecidos internacionalmente pelas instituições e órgãos competentes, de forma que o público/consumidor tenha condições de conhecer a realidade da produção animal, os cuidados, ações e estratégias adotadas pelas empresas do segmento.

bem-estarMas, antes disso, é fundamental entendermos com clareza o conceito de sanidade animal e como ele se aplica às diferentes áreas da produção animal, bem como as peculiaridades de cada elo da cadeia produtiva.

bem-estarDentro da avicultura industrial a preocupação com o bem-estar animal tem sido um pilar na estratégia de todas as empresas que visam: atender a um consumidor mais esclarecido, e que quer a certeza de que o alimento que chega à sua mesa foi produzido respeitando as normas mínimas de bem-estar animal.

O QUE DETERMINA O BEM-ESTAR ANIMAL?

Esse é um conceito amplo e que pode ser definido por diferentes parâmetros.

Alguns pesquisadores afirmam que os parâmetros zootécnicos são bons indicadores de bem-estar animal, pois a ave só vai produzir bem se estiver vivendo em boas condições.

Outros pesquisadores afirmam que a interpretação das respostas comportamentais das aves ao ambiente de criação pode predizer melhor a forma como estas são afetadas pelo meio em que vivem, sendo esses os parâmetros adequados para avaliar o bem-estar.

bem-estar

O escritório internacional de epizootias da OIE (Organização Mundial da Saúde Animal, tradução livre para o português) possui uma série de recomendações para o bem-estar e preconiza:

bem-estarUm bom bem-estar animal é baseado na prevenção de doenças e tratamento veterinário adequado, proteção, manejo e nutrição, além de um tratamento e abate humanitáriobem-estar

Segundo o Conselho de Bem Estar na Produção Animal (FAWC, sigla em inglês), o bem-estar animal é definido pelo conceito das cinco liberdades básicas, definição com grande aceitação no Brasil e em grande parte da comunidade internacional.

bem-estar

Todavia, independente da definição escolhida para o conceito de bem-estar animal, fica claro que a sanidade animal é uma das bases para a condição de vida dos animais.

Portanto, a biossegurança e um rigoroso programa de prevenção de doenças devem ser um dos alicerces para a promoção do bem-estar.

COMO A SANIDADE FAVORECE O BEM-ESTAR?

 

bem-estarPrimeiramente, é preciso ter em mente que a condição do indivíduo está intimamente ligada à sua saúde, seja ave, boi, ou mesmo o ser humano. Portanto, podemos afirmar que:

Sem sanidade (saúde animal), não há bem-estar animal.

Além disso, é necessária a avaliação criteriosa sobre a efetividade dos programas sanitários (biossegurança e vacinação). Isso porque algumas das principais enfermidades da avicultura podem acometer as aves de forma subclínica e sua identificação bem-estarpode ser comprometida na ausência de um efetivo programa de monitoria sanitária.

bem-estarNão podemos somente achar que as aves estão saudáveis. Precisamos determinar parâmetros e procedimentos claros de avaliação das condições  sanitárias das aves.

Isso pode ser feito, por exemplo por:

exames de monitoria sorológica,

testes microbiológicos do ambiente e das aves,

monitoria das vacinações desde o incubatório, entre outros.

 

Tudo isso, somado à gestão das informações de forma associada com os dados de produção/zootécnicos.

bem-estarDessa forma, elevamos as chances de identificar riscos e problemas na sanidade, e consequentemente, ao bem-estar animal.

 

bem-estar

COMO PROMOVER A SANIDADE DE FORMA EFICIENTE FAVORECENDO O BEM-ESTAR ANIMAL?

bem-estarA melhor estratégia sanitária em qualquer tipo de produção animal é a prevenção das doenças, por meio de rigorosos programas de biossegurança
aliados a adequados programas de vacinação.

Na avicultura, por exemplo, as vacinas podem ser administradas por diferentes vias:

ocular,

água,

injetável intramuscular,

injetável subcutânea,

membrana da asa.

De acordo com o tipo de vacina, gente e condições de criação.

Mas é amplamente comprovado que os métodos de vacinação massal, como vacinação via água, ou spray na granja, não têm a mesma eficiência que os métodos individuais (ocular, injetável).

bem-estar

bem-estarE por isso, na avicultura industrial, um bom programa vacinal demanda uma série de intervenções nas quais as aves precisam ser retiradas de suas gaiolas para que possam receber uma determinada vacina.

bem-estarIsso significa que até as 15 semanas de idade, quando normalmente as aves são transferidas para os galpões de produção, as aves podem receber mais de uma dezena de aplicações de vacinas, sendo que algumas vezes mais da metade dessas vacinações demanda a retirada das aves das gaiolas onde estão alojadas.

Se considerarmos o atual estágio de desenvolvimento das instalações de produção, onde as aves são alojadas em baterias com 5, 6 ou 7 andares de gaiolas, facilmente percebemos as dificuldades que essas vacinações individuais representam.

Ainda mais, considerando lotes grandes e muito comuns atualmente, com mais de 100 mil aves, esse procedimento deve envolver um número grande de
funcionários, podendo demorar alguns dias para conseguir vacinar todas as aves. Todo esse cenário traz uma série de riscos ao bem-estar animal.

bem-estarPortanto, é fundamental considerar a redução do número de manejos e intervenções vacinais quando estamos tratando sobre o bem-estar animal.

 

bem-estar

Mesmo a vacinação massal, que não envolve a pega das aves, impacta na necessidade de um jejum hídrico (normalmente de até 90 minutos), de forma a garantir que as aves consumam toda a solução vacinal preparada.

Ainda, se considerarmos que o impacto é muito menor que as vacinações individuais, a ineficácia da vacinação, aumentando os riscos de enfermidades, também pode comprometer a sanidade das aves e, consequentemente, o bem-estar animal.

bem-estar

O QUE PODEMOS FAZER?

bem-estarNesse complexo cenário, a Ceva construiu sua história como uma empresa inovadora, desenvolvendo vacinas únicas e diferenciadas que permitem, de forma direta, a redução dos manejos vacinais.

bem-estarA enorme estrutura de pesquisa e desenvolvimento da Ceva já disponibilizou para a avicultura mundial uma série de tecnologias que podem ser consideradas disruptivas, pois mudaram a maneira de prevenir algumas doenças.

 

Como exemplo, podemos citar a Transmune, que assegura máxima proteção para os frangos de corte e matrizes pesadas. Além da Novamune, que agora permite a mesma segurança, proteção e redução de manejo, para as poedeiras comerciais.

Nesses dois segmentos, a tecnologia da Transmune eliminou totalmente a necessidade da vacinação no campo (é administrada no incubatório).

Para matrizes pesadas, em algumas regiões do Brasil, isso significou a eliminação de 5 manejos vacinais.

Essa mesma abordagem, a Ceva oferece para todo o segmento de postura comercial. Com um portfólio único, que contempla diversas inovações, a Ceva torna possível assegurar a máxima proteção com menos manejos e vacinações.

bem-estarPara o segmento de postura, destacamos por exemplo nossa linha de vacinas vetorizadas, a Vectormune®.

Uma marca global Ceva de vacinas que protege contra diferentes enfermidades, todas usando a tecnologia da vetorização na qual um agente vacinal (vetor) carrega uma porção genética de um outro agente (doador). Quando a vacina é administrada na ave e esse vetor se multiplica, a ave cria imunidade contra os dois agentes envolvidos.

bem-estar

bem-estarA vacinas Vectormune® FP-MG, Vectormune® FP-MG AE utilizam o vírus da Bouba Aviária como vetor e oferecem proteção também contra Micoplasma Galliseptcum.

Essas duas vacinas possibilitaram o efetivo controle da Micoplasmose, desde o incubatório, e ainda sem os riscos das indesejáveis reações vacinais que podem ocorrer do uso das vacinas vivas.

bem-estarA Vectormune® FP LT usa o mesmo vírus como vetor e, além de proteger contra Bouba Aviária, também oferece proteção efetiva contra Laringotraqueite. Desde o incubatório!

Além dessas vacinas, a linha Vectormune® conta ainda com outras duas vacinas para poedeiras que usam o vírus de Marek, HVT, como vetor.

bem-estar

São elas a Vectormune® HVT-LT, que protege contra Marek e Laringotraqueite, e a Vectormune® HVT-IBD+Rispens que protege contra Marek e Gumboro, com uma única aplicação, no incubatório.

A linha Vectormune representa, de forma clara, a possibilidade de um programa sanitário seguro, com um número reduzido de manejos e intervenções. Favorecendo de forma direta o bem-estar das aves e, consequentemente, a melhoria dos índices produtivos.

Com isso, a Ceva traz para a avicultura o conceito Menos é Mais! Essa proposta promove a máxima proteção das aves poedeiras com o mínimo de manejos vacinais.

bem-estar

As vacinas da Ceva permitem a elaboração de um programa vacinal seguro, com uma redução de até mais de 60% das intervenções vacinais totais durante a vida de um lote (100 semanas).

bem-estar

PROGRAMA VACINAL CONVENCIONAL

bem-estarUm programa vacinal convencional de poedeiras tem, em média, 15 intervenções vacinais, com o uso de vacinas convencionais.

Além da necessidade da repetição de vacinas via spray na fase de produção, que pode acontecer de 6 a 8 vezes em média (a cada 8 – 12 semanas).

 

Ceva

 

 

 

sanidade e bem-estar

O Menos é Mais Ceva oferece:
bem-estarum programa ainda mais seguro

bem-estarcom uma redução de até mais de 60% no número de manejos vacinais.

bem-estarsem a necessidade, inclusive da aplicação de vacinas no período produtivo.

O exemplo acima é só uma demonstração da grande diferenciação que a Ceva pode oferecer para o mercado.

Cada situação deve ser avaliada de acordo com sua realidade.

Mas, a tecnologia das nossas vacinas sempre pode colaborar para a redução dos manejos, com resultado efetivo sobre o bem-estar animal e, por fim, à produtividade da empresa.

Isso está no nosso DNA!

bem-estar




MERCADO +

Data Produto Valor
19/03/2021 Congelado +
(kg)
R$ 6,44
19/03/2021 Resfriado +
(kg)
R$ 6,45

* ORIGEM BASTOS (SP)
Data Produto Valor
08 - 12/03/2021 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 127,32
R$ 149,89

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Abril 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies