05 jul 2018

Bélgica elimina 3,64 mil frangos por Doença de NewCastle

Bélgica sacrifica 3.648 pollos por enfermedad de Newcastle


AUTOR(ES)

Priscila Beck

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

A Bélgica eliminou 3.648 frangos de uma granja comercial devido à Doença de Newcastle. A informação foi enviada nesta quinta-feira (5/7) à OIE (Organização Mundial de Saúde Animal), pela Agência Federal para a Segurança da Cadeia Alimentar (FASFC – sigla em inglês) do país europeu.

O foco da Doença de Newcastle foi detectado no município belga de Haaltert, localizado no distrito de Aalst, província de Flandres Oriental. Segundo o informe enviado pelo Diretor de de Saúde e Segurança Animal de Produtos de Origem Animal da Bélgica, Dr. Jean-François Heymans, os primeiros sinais foram detectados em 28/6.

A confirmação por teste de isolamento viral se deu no dia 4/7, após testes anteriores de sequenciamento de nucleotídeos e RT-PCR em tempo. Ainda não se sabe a origem da contaminação.

Entre as medidas já aplicadas pelas autoridades sanitárias do país europeu estão a vigilância fora e dentro da área de proteção, rastreabilidade, abate sanitário, zoneamento e vacinação no caso de disponibilidade de vacina.

As autoridades deverão aplicar ainda a destruição oficial dos produtos de origem animal, eliminação oficial das carcaças, subprodutos e dejetos de origem animal, além da desinfecção.

Doença de Newcastle nos EUA

 

Recentes casos de focos da Doença de Newcastle também vêm sendo notificados em aves de fundo de quintal na Califórnia (EUA). Até o último dia 3/7 já foram 37 ocorrências, sendo a grande maioria em San Bernardino, uma ocorrência em Los Angeles e outra em Riverside.

Os casos foram testados no CAHFS (California Animal Health & Food Safety Laboratory System) e confirmados pelo APHIS National Veterinary Services Laboratories em Ames, Iowa. A Doença de Newcastle virulenta não é encontrada em aves comerciais nos Estados Unidos desde 2003.

Para obter a lista completa dos últimos casos registrados pelo USDA, acesse o site da entidade aqui.

Doença de Newcastle na Colômbia

 

Problemas com a ocorrência da Doença de Newcastle também foram relatados no final do mês de junho em aves de fundo de quintal, em Villavicencio, Departamento de Meta, na Colômbia. O Instituto Colombiano Agropecuário está chamando os donos de aves para que vacinem seus animais.

Na pesquisa epidemiológica que estamos adiantando foi detectado, inicialmente, que as aves foram trazidas de outro prédio, situado fora da cidade de Villavicencio”, informou o líder nacional de doenças aviárias do ICA, Jorge Sosa Franco.

Influenza Aviária na China

Influenza Aviária Altamente Patógena é a doença aviária que aflige um importante mercado para a carne de frango brasileira, a China. O Ministério da Agricultura do país asiático reportou um foco de IAAP do sorotipo H5N1 em 26/6, que levou à morte 1.615 frangos na província de Qinghai.

A ocorrência vem em meio a uma disputa comercial da China com o Brasil em torno da carne de frango. No início do mês de junho, o país asiático anunciou a imposição de direito antidumping provisório sobre as importações de carne de frango brasileira.




MERCADO +

DataProdutoValor
23/11/2020 Congelado +
(kg)
R$ 6,23
23/11/2020 Resfriado +
(kg)
R$ 6,38

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
16-20/11/2020 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 101,96
R$ 123,72

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

 
 


Consultar outras edições


aviagen
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies