10 jan 2018

BASF prevê reabastecimento de vitaminas A e E entre abril e maio

BASF Citral


AUTOR(ES)

Priscila Beck

Diamond V

A BASF,  responsável por mais de 40% das vitaminas A e E produzidas no mundo, prevê que a retomada do reabastecimento dos produtos deverá ocorrer por volta de abril/maio de 2018. A produção dos insumos está paralisada desde o incêndio que atingiu a planta da Citral em Ludwigshafen, na Alemanha, em 31/10/17.

O Citral é utilizado como matéria-prima na produção das vitaminas A e E, utilizadas na complementação da nutrição de aves. Estudos apontam que as vitaminas compõem entre 0,1 e 0,5% do volume da ração animal e representam 50% do custo total do aporte vitamínico suplementar, correspondendo a cerca de 3% do total do custo da dieta.

A planta de Ludwigshafen foi acometida por um incêndio após o encerramento de atividades de manutenção no final da noite de 31 de outubro. Segundo a empresa, a causa do incêndio foi uma falha de equipamento técnico e destruiu os principais componentes elétricos necessários para orientar os processos de produção.

A retomada das atividades da planta de Citral não é esperada para antes do mês de março, conforme divulgado pela BASF. A empresa está trabalhando para substituir cerca de 550 peças de equipamento e partes selecionadas de 200 tubulações no local, muitas das quais devem demorar várias semanas para chegar ao local e serem devidamente instaladas.

“As plantas de vitamina A e E em Ludwigshafen só poderão ser reiniciadas, uma vez que o fornecimento do Citral seja restabelecido”, informa o comunicado da BASF. Sobre o restabelecimento do fornecimento das vitaminas A, E e vários carotenóides pela planta de Ludwigshafen, é esperado para seis a 12 semanas após o início da operação da Planta Citral.

Conforme divulgado pelo jornal Valor Ecômico no final de dezembro de 2017, para grandes consumidores de ração (empresas como BRF e Seara), o impacto econômico da escassez de vitaminas não é relevante. O jornal afirma que estimativas do presidente de um dos maiores grupos de nutrição animal em atividade no Brasil são de que, com o aumento de preços, o peso das vitaminas na ração aumente.

No setor, a avaliação é que consumidores que têm contratos de longo prazo com as chamadas premixeiras – companhias que misturam vitaminas e minerais – devem ser preservados da escassez. No entanto, aqueles que compram premix esporadicamente podem ser afetados.

A BASF lançou hoje um site para informar seus clientes, indústria e público interessado sobre o andamento dos trabalhos de reparo em sua fábrica de produção de Citral, em Ludwigshafen.

Da Redação



NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Abril 2021

ARTIGOS DA REVISTA

img13

Por Felipe Lino Kroetz Neto

View more


 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies