maio 2019

Bah Tchê! Sabe por que o Programa Ovos RS é tri?

O estado do Rio Grande do Sul (RS) produz aproximadamente 3 bilhões de ovos por ano, dos quais, cerca de 60% são provenientes de estabelecimentos membros do Programa Ovos RS. É de lá também que saem mais de 30% dos ovos exportados pelo Brasil.

ovos rs

Em 2015, enquanto cada brasileiro consumia 191,7 ovos por ano, no RS essa média já era de 227 ovos per capita, ou seja, 18,4% acima da média de consumo no país.

O dado foi endossado pelo departamento de economia da FIERGS (Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul), com base em números de produção e exportações de ovos, além de dados da CEASA (Central Estadual de Abastecimento) sobre entrada de ovos de outros estados e população regional.

Mas Bah Tchê! O que é o Programa Ovos RS?

Em 2012 a ASGAV (Associação Gaúcha de Avicultura) começou a articular um projeto para atender a solicitação dos produtores de ovos do estado, para o desenvolvimento de ações contínuas de promoção e incentivo ao consumo de ovos.

A importante missão foi delegada ao especialista em gestão de projetos e executivo da entidade, José Eduardo do Santos.

josé eduardo santos asgav conbrasul ovos

José Eduardo dos Santos é diretor Executivo da ASGAV e coordenador do Programa Ovos RS

“Vislumbrando um caminho promissor de evolução setorial, resolvemos fazer mais que isso, propondo um modulo técnico dentro do Projeto para orientação e apoio ao produtor”, relembra Santos, que atualmente é diretor executivo da Asgav e coordenador do Programa Ovos RS.

Em 2013 o então “Projeto Ovos RS” saiu do papel, com peças de publicidade e ações criativas de marketing para promoção do ovo, enquanto alimento saudável e nutritivo. Com o respaldo institucional da Asgav e de parcerias com instituições e universidades, também entrou em prática o módulo de assistência técnica e orientação aos produtores e estabelecimentos de postura comercial. Em 2016, o Projeto passou a Programa Ovos RS.

O Mate na Cuia

mate na cuia ovos rsNo século XVI, os índios guaranis e caingangues começaram a usar a erva-mate na região onde hoje está o Rio Grande do Sul, abrindo caminho para uma das tradições mais rígidas e regradas do estado.

O anfitrião monta o mate na cuia, com a erva e a água quente, que deve ser servida com menos de 80 graus para não amargar ainda mais a bebida. É o anfitrião quem consome o primeiro mate, compartilhando, em seguida, com os amigos e familiares da roda.

Trata-se de um ritual em que cada participante deve consumir o “chima”, na sua vez, até ouvir o roncar da bomba, sem tirá-la do lugar e sem preconceito em dividi-la com outros.

No entendimento da Asgav, o mesmo rigor deve ser aplicado pelos gaúchos à produção de ovos. “Não há bons ovos, sem boas práticas de produção, que por sua vez dependem do atendimento a tudo o que é determinado na legislação“, explica Santos.

Está gostando desse conteúdo? Cadastre-se para receber nossa newsletter semanal!

Checklist

Os produtores e estabelecimentos participantes do Programa Ovos RS são orientados e vistoriados através de um checklist, construído com base na legislação de sanidade, qualidade e inspeção. O checklist é aplicado durante vistorias realizadas in loco, através de um aplicativo para smartphones, desenvolvido pelo departamento de Geomática da UFSM (Universidade Federal de Santa Maria).

ovos rs

Aplicativo desenvolvido pelo departamento de Geomática da UFSM

As informações são enviadas em tempo real para o sistema e os dados são analisados por uma equipe de auditores do Programa Ovos RS. A coordenação desta área é de responsabilidade de uma consultoria técnica especializada.

As inconformidades detectadas nas visitas são registradas em um relatório técnico fotográfico, que volta para o estabelecimento vistoriado para que providências de adequações sejam adotadas dentro de um cronograma. Todas as informações são compartilhadas com os órgãos oficiais estaduais e federais, sendo que as vistorias ocorrem uma vez ao ano e em possíveis situações extraordinárias.

A entidade possui um termo de cooperação com Universidades, visando a inclusão da legislação e produção de ovos na grade de cursos de extensão nas áreas de zootecnia e veterinária, visando atrair profissionais capacitados para atuar no setor. Também realiza parcerias com órgãos oficiais de inspeção e defesa.

Hoje temos uma parceria que viabiliza, através de análises laboratoriais de amostras de ovos colhidas por nossa equipe, trabalhar a qualidade dos ovos“, salienta Santos. “Outra, visa o acompanhamento e consultoria sobre adequações ao SIF (Serviço de Inspeção Federal)“, completa.

Selo Ovos RS

Os estabelecimentos e produtores que atendem 70% das exigências do Programa Ovos RS têm o direito de uso, nas embalagens de ovos, do selo referencial Ovos RS.

Segundo José Eduardo dos Santos, de 2013 até dezembro de 2018, constatou-se uma expressiva evolução no nível de atendimento dos produtores à legislação.

“Dentro do Programa Ovos RS, hoje temos 100% dos produtores habilitados ao uso do Selo”, informa. “Destes, 90% atendem em média 85% dos itens exigidos pela legislação”, completa.

A Granja Filippsen, situada na região serrana do Rio Grande do Sul, participa do Programa Ovos RS desde seu início. O estabelecimento produz, por dia, 180 mil ovos entre orgânico, caipira, caipira selênio, ômega 3, gema de ouro convencional e ovos convencionais.

granja filippsen Ovos RS

A Granja Filippsen, situada na região serrana do Rio Grande do Sul, produz 180 mil ovos por dia e participa do Programa Ovos RS desde seu início.

Para Celso e Raul Filippsen, que são diretores da granja, o Programa proporciona ganhos à empresa em termos de conceito de produção. “O consumo de ovos vem aumentando no Brasil e a cada ovo a mais que é consumido, a nossa responsabilidade em fornecer um produto de qualidade aumenta“, salienta Celso Filippsen.

Celso Filippsen com auditores na granja de produção de ovos orgânicos

Ele também destaca a qualidade do apoio técnico que é oferecido aos produtores pelo Programa. “Quando passamos pelo episódio recente de atualização de instruções normativas relacionadas a biosseguridade pelo Ministério da Agricultura, enquanto muitos produtores enfrentaram imensas dificuldades para se adequar ao que era exigido, nós que participamos do Programa Ovos RS saímos à frente, devido à sintonia do trabalho com os órgãos públicos oficiais“, lembra.

ovos rs

Raul Filippsen (à direita) recebendo compradores na granja de produção de ovos orgânicos

A troca de experiências entre a equipe do Programa Ovos RS e os estabelecimentos é destacada por Raul Filippsen.

Assim como nós temos todo o respaldo do Programa, estamos sempre exigindo mais para que a cada ano possamos produzir com mais qualidade e oferecer o melhor ao consumidor“, afirma.

Os diretores também destacam o esforço que fazem para convencer outras granjas a participarem do programa.  “Nada melhor que um setor todo trabalhar em conjunto porque isso torna os resultados do Programa ainda melhores“, destaca Celso.

Os irmãos Filippsen acreditam que o apoio técnico de qualidade e atualizado, com reciclagem permanente da mão de obra e modernização dos processos de produção podem viabilizar, inclusive, o aumento do número de empresas aptas a exportar.

 “Mas a chave de tudo é que quem ganha, na verdade, é o consumidor final, que tem um produto de alta qualidade”, conclui Raul.

Experiência Compartilhada

O êxito da experiência gaúcha é refletido também pela quantidade de convites recebidos pela equipe para apresentação do case em outros estados e até em eventos no exterior.

Já estive no Espírito Santo, São Paulo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Bahia e, recentemente, em um evento nos  EUA“, relata Santos. “Também participamos de conferências da IEC (International Egg Comission), na Europa e EUA“, completa.

ovos rs

A experiência do Programa Ovos RS foi apresentada no Simpósio Baiano de Avicultura, realizado pela ABA

Ainda, em parceria com Universidades e outras Instituições, são desenvolvidas capacitações, consultorias e assistência aos estabelecimentos e profissionais do Programa Ovos RS. Anualmente acontece o encontro “Inovação e Capacitação Programa Ovos RS“, com palestras e treinamentos ministrados por órgãos oficiais, empresas parceiras e convidados.

Ovo é Bom!

programa Ovos RS campana consumo de ovos

Em 2013, o Programa Ovos RS lançou a primeira campanha de incentivo ao consumo de ovos

Desde 2013, paralelamente às ações de apoio aos produtores de ovos, o Programa Ovos RS vem desenvolvendo campanhas publicitárias e ações de marketing evidenciando as propriedades nutricionais e funcionais do ovo.

Em 2018, especialmente, a Egg Farmers Canadá concedeu ao Programa Ovos RS, o direito de uso do aplicativo Egg Centric TV. A entidade disponibilizou um canal “Brasil” dentro do  aplicativo, além de conceder vídeos produzidos no Canadá com receitas e dicas dinâmicas  e criativas sobre a utilização do ovo, traduzidos ao português.

ovos rs

Uma das peças de divulgação da parceria com a Egg Farmers Canadá

Ovos RS

Em 2018, o atleta de Triathlon, Cristiano Finker, participou da prova UB515 (SP ao RJ) com o patrocínio da Asgav e Ovos RS, evidenciando o consumo de ovos e carne de frango na preparação que antecedeu a prova.

O apoio e interação com personalidades do mundo dos esportes também fazem parte das atividades promocionais do Programa Ovos RS.

Em 2018, o atleta de Triathlon, Cristiano Finker, participou da prova UB515 (SP ao RJ) com o patrocínio da Asgav e Ovos RS, evidenciando o consumo de ovos e carne de frango na preparação que antecedeu a prova.

Uma edição do evento “Corredores Sem Filtro” e outra da “Maratona Pela Vida” também contaram com o patrocínio do Programa Ovos RS, valorizando o consumo de ovos no mundo dos esportes.

No último mês de abril, a ASGAV lançou a campanha publicitária 2019 que começa a ser veiculada nos meios de comunicação. Através de anúncios em jornais e redes sociais, impressos, outdoors, comerciais em rádios e distribuição de brindes, o Programa busca apresentar ao público consumidor as melhorias e evolução dos estabelecimentos membros do Programa Ovos RS.

“Além destas ações,  temos uma agenda bem ampla levando para outros órgãos oficiais e instituições, os diferenciais que este cuidado a mais na produção de ovos representam”, explica o coordenador do Programa Ovos Rs.

Segundo ele, já foram realizadas reuniões com o Ministério Publico do Consumidor, Secretarias Estaduais de Vigilância Sanitária e de Agricultura. A entidade já tinha agendado também encontros com representantes do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), AGAS (Associação Gaúcha de Supermercados), Secretaria Estadual da Educação e outros.

A entidade também está intensificando estudos para o desenvolvimento de um certificação oficial na produção de ovos, com base nos avanços obtidos com o Programa e em outras experiências que estão sendo estudadas.

A Asgav/Programa Ovos RS é membro oficial da International Egg Comission e da World Egg Organization, com sede em Londres (UK), que congregam mais de 70 países membros.

Conheça aqui a programação da Conbrasul Ovos, que acontece em junho, sob a organização da ASGAV/Programa Ovos RS.

Diamond V

NEWSLETTERS

Revista Digital, Boletins Semanais, Acesso aos PDFs

Cadastro

Revista aviNews Brasil
Ed. 2019 AviNews Brasil Março