11 mar 2019

Indústrias avícolas realizam US$ 41,5 mi em negócios em feira no México

México negócios indústrias avícolas brasileiras abpa apex-brasil


AUTOR(ES)

Priscila Beck

Diamond V

US$ 41,5 milhões foi o montante gerado pelas vendas realizadas por seis indústrias avícolas brasileiras durante a Expo Carnes Y Lacteos 2019, realizada entre 26 e 28 de fevereiro, em Monterrey, no México. A expectativa é que mais de US$ 100 milhões em exportações sejam concretizados a partir dos contatos efetivados durante a feira.

Agroaraçá, C. Vale, Copacol, Lar, Seara e Zanchetta participaram de uma ação organizada pela ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal), em parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos). Os valores em negócios foram apurados a partir de levantamentos feitos pela Associação junto às exportadoras que participaram da iniciativa.

Num espaço exclusivo da ABPA. foram realizadas reuniões com importadores e potenciais clientes, além de ações para fortalecer as relações entre o setor de proteína animal do Brasil e o mercado mexicano. Reuniões com stakeholders foram acompanhadas pela divulgação de materiais promocionais, com informações sobre os diferenciais do setor produtivo brasileiro, como a qualidade dos produtos, o status sanitário e o perfil sustentável da produção.

“Os números atestam o sucesso na ação liderada pela ABPA no México”, analisa Ricardo Santin, diretor-executivo da ABPA. “Dentro do objetivo de fortalecer nossa posição no auxílio à segurança alimentar mexicana, a ação em Monterrey cumpriu plenamente seus objetivos, gerando também novas oportunidades para os exportadores brasileiros”, completa.

O México é o décimo maior importador de carne de frango do Brasil, sendo destino de 111,2 mil toneladas em 2018 (equivalente a 2,8% de tudo o que o Brasil embarcou no período).  Os negócios com os mexicanos seguem em crescimento em 2019, com elevação de 30% nas importações em janeiro deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Segundo o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), as exportações brasileiras deverão crescer cerca de 1,3 % em 2019. O aumento deve-se, principalmente, aos maiores embarques projetados para novos mercados como Coreia do Sul, Chile e México, além da maior demanda por carne de frango por parte da China.

Esse conteúdo foi útil para você? Cadastre-se para receber nossa newsletter semanal!

Com informações da Assessoria de Imprensa da ABPA



NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil Abril 2021

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies