09 abr 2018

Granja avícola argentina Tres Arroyos adquire Cresta Roja

Granja avícola argentina Tres Arroyos adquiere Cresta Roja


AUTOR(ES)

María de los Angeles Gutiérrez

Diamond V

Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

Diferentes fontes da produtora avícola que chegou a ser apresentada pelo macrismo como o melhor exemplo de revitalização econômica, confirmaram ao jornal argentino iProfesional que nos últimos dias a totalidade da ração foi fornecida pela Tres Arroyos. Também se observou que somente nessa semana, cerca de 20 caminhões da mesma empresa levaram desde milho até vitaminas às granjas da produtora avícola em crise.

“Os representantes da Proteinsa não aparecem há meses nas plantas de processamento. E agora vemos entrar todos estes caminhões da Granja Tres Arroyos sem nenhuma explicação. Só aparecem comunicados de vez em quando dizendo se vamos ou não trabalhar. Há alguns dias nos recém pagaram parte dos salários de fevereiro”, comentou o porta-voz do sindicato ao iProfesional, antes de a transferência ser oficializada.

Integrada pela Ovoprot, Grupo Laclau e Tanacorsa, desde o início do ano, a Proteinsa SA só tem demonstrado sua existência através de Santiago Perea, que além de apresentar-se como o única rosto visível da sociedade, já deixou claro que seu único interesse é recuperar os bens aplicados em outubro de 2016 como garantia para ficar com a avícola.

Santiago Perea notificou ao Governo que, uma vez assegurado isso, entregaria o controle da Cresta Roja sem a menor oposição. No entanto, o destino da Cresta Roja caminha para ter um novo capítulo judicial. No setor assegura-se que a Granja Tres Arroyos desembolsaria US$80 milhões para ficar com os ativos da avícola.

Santiago Perea é o titular da Proteinsa e gerente da avícola desde janeiro de 2016, por decisão da juíza Valeria Pérez Casado e com a anuência do governo de Cambiemos. – grupo Bichos de Campo.

Dentro da avícola com problemas, as associações apontam que a direção da Proteinsa SA só tem realizado uma ou outra aparição pela planta 2 de processamento, enquanto na planta 1, a última vez que dialogaram com os empregados, foi há mais de seis meses.

A Ovoprot caiu em convocatória de credores após comprovação de que entregou até 1.400 cheques sem fundos, além de ostentar um passivo bancário da ordem de $237 milhões. Enquanto isso, a Tanacorsa acumula cerca de 330 cheques devolvidos, enquanto deve aos bancos cerca de $10,5 milhões.

O parceiro financeiro que eles inicialmente apresentaram, o banco brasileiro BCT Pactual, não voltou a dar mostras de participação, praticamente desde que a Proteinsa passou a controlar a empresa. Para pagar os US$80 milhões prometidos pela Tres Arroyos, praticamente metade da soma, US$40 milhões,  irá parar no banco que na época se aproximou de Perea para garantir a avícola”, indicaram os sindicatos.

Dentro da Cresta Roja há trabalhadores assalariados pertencentes às associações da Alimentação, UATRE e Unión Obrera Molinera.

De acordo com portais especializados como Bichos de Campo, com a incorporação da capacidade instalada, a Granja Tres Arroyos passará a controlar 25% do abate total de frangos hoje realizados na Argentina.

A Granja Tres Arroyos queria adquirir a Cresta Roja desde a saída dos Rasic. Em outubro de 2016, a empresa perdeu sua certificação para a agora extinta Proteinsa SA.

Nesse momento, a Granja Tres Arroyos integrou a sociedade Avícola Del Plata (junto com a Adecoagro e Grupo Lartirigoyen) e apresentou uma oferta, ainda que tenha ficado muito abaixo da base. Dessa forma, perdeu toda a chance de ficar com a processadora de frangos.

A granja Tres Arroyos sempre estevo “rodeando”. Tanto é assim que, no início de 2018, assumiu parte do processamento de frangos, quando a controlada pela Proteinsa SA entrou em uma espiral de conflitos trabalhistas.

“A Granja Tres Arroyos viu de entrada que as bases da sociedade que assumiu na Cresta Roja não eram sólidas”, destacaram pessoas próximas da Cresta Roja.

Por essa razão, a Granja Tres Arroyo “se limitou a esperar até chegar a esse momento e agora vão por um negócio ao qual entrarão aplicando praticamente o mesma valor ofertado há um ano e meio”, completaram.

Atualmente, a esperança para os trabalhadores se encontra ligada à vontade comercial representada pela Granja Tres Arroyos. Esta empresa argentina mantém uma importante política de acordos comerciais com empresas da Europa, América, Ásia, África e Oceania. Nestes mercados, a marca Granja Tres Arroyos conta com uma excelente aceitação, o que se sustenta nos exigentes requisitos sanitários de biosseguridade e de qualidade que lhe permitem abastecer e, por sua vez, continuar crescendo no comércio internacional. Atualmente exporta cerca de 35% de sua produção total.




MERCADO +

DataProdutoValor
18/01/2021 Congelado +
(kg)
R$ 5,86
18/01/2021 Resfriado +
(kg)
R$ 6,20

* ORIGEM BASTOS (SP)
DataProdutoValor
11-15/01/2021 Branco +
Vermelho +
(cx. 30 dúzias)
R$ 94,62
R$ 110,24

* ORIGEM BASTOS (SP)

SESSÕES TÉCNICAS ESPECIAIS +

REVISTA AVINEWS BRASIL +

NOVIDADES

 

REVISTA

Revista aviNews aviNews Brasil setembro 2020

ARTIGOS DA REVISTA



 
 


Consultar outras edições


Logo Ceva
 

Cadastro Newsletter aviNews Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



 

aviTips
aviNews Brasil
no Youtube

 
logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies